Conecte conosco

BAHIA

URGENTE: Barragem se rompe e inunda povoado de lama na Bahia

Barragem se rompeu no distrito de Quati, cidade Pedro Alexandre, a cerca de 400 quilômetros de Salvador. Por causa da quantidade de lama, as estradas estão intransitáveis, o que dificulta o atendimentos pelos órgãos à população

Publicado

em

Uma barragem se rompeu no distrito de Quati, cidade Pedro Alexandre, localizada a cerca de 435 quilômetros de Salvador, por volta das 11 horas da manhã desta quinta-feira (11). Não há informações ainda sobre pessoas atingidas.

Segundo informações da Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região do Rio do Peixe contribuíram para o rompimento da estrutura. Não há informações sobre feridos.

Por causa da quantidade de lama, as estradas estão intransitáveis, o que dificulta o atendimentos pelos órgãos à população.

Ainda não há detalhes sobre a composição da barragem. A Defesa Civil ainda não tem detalhes sobre o tamanho e a quem pertence a estrutura.

Rompimento da barragem de Quati, em Pedro Alexandre – BA#TudoÉPolitica#PaginaSimõesFilho

Publicado por Mário Luiz Nobre em Quinta-feira, 11 de julho de 2019

Revista Fórum

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Polícia Civil alerta para serviços que podem ser feitos de casa

Delegacia Digital pode registrar casos de perda, extravio e furto de documentos e objetos

Publicado

em

Bahia.ba – Àqueles que, em meio à pandemia de coronavírus, tiverem necessidade de buscar atendimento da Polícia Civil, a pasta alerta que alguns serviços podem ser realizados na Delegacia Digital. Com isso, o cidadão evitar se expor à contaminação da Covid-19, reforça a polícia.

A ferramenta é ativa há mais de 10 anos na Bahia e pode ser utilizada, segundo a coordenadora, delegada Célia Miranda, para o registro de ocorrências de modo eficaz. Boletins de casos de perda, extravio, furto de documentos e objetos, podem ser denunciados por meio da ferramenta.

“Se trata de uma forma prática e segura de registrar ocorrências, adequada, totalmente, aos cuidados que todos devem ter com relação ao distanciamento social necessário neste momento”, comenta Célia.

Orientações
“É importante, antes de fazer o registro, observar os critérios expostos no ambiente virtual. Cada ocorrência é analisada antes da oficialização. A emissão da Certidão de Registro de Ocorrência via Internet e a validação dos dados com o cidadão poderão ser realizadas por e-mail ou por telefone, mas a resposta à aceitação do registro só será efetivada por e-mail. Portanto, é obrigatório fornecer um endereço eletrônico válido para contato”, explica a delegada.

Após o registro, a Delegacia Digital fornece, via internet, a certidão. O cidadão pode acompanhar o andamento do registro de sua ocorrência pelos e-mails enviados pela Polícia Judiciária, ou através do site. Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail delegaciadigital@ssp.ba.gov.br.

Continuar Lendo

BAHIA

Após discurso de Bolsonaro, Rui diz que não vai ‘baixar a guarda’ e pede união contra o coronavírus

“É momento da Bahia unida independente das suas preferências políticas, das suas crenças, dos credos”, escreveu o governador

Publicado

em

Metro1 – O governador da Bahia, Rui Costa, se posicionou, hoje (25) pela manhã, após o presidente Jair Bolsonaro desestimular medidas gerais de restrição contra o coronavírus, em pronunciamento na noite de ontem (24).

Por meio das redes sociais, Rui reafirmou o compromisso de “não baixar a guarda” no combate à disseminação do vírus e pediu união para superar a “grave crise” causada pela pandemia. “É momento da Bahia unida independente das suas preferências políticas, das suas crenças, dos credos”, escreveu.

Rui ainda se disse solidário aos estados do Nordeste e a todo o Brasil. “É uma guerra. Que Deus nos dê equilíbrio e força”, afirmou.

Continuar Lendo

Cidades

Conselho pede inclusão de atividades veterinárias na lista de serviços essenciais

Segundo CRMV, estabelecimentos vinculados à atividade precisam ser mantidos em funcionamento, para não colocar animais em risco

Publicado

em

Bahia.ba – O Conselho Regional de Medicina Veterinária defende a inclusão dos seus serviços entre as atividades essenciais para combater a epidemia do novo coronavírus. Um ofício foi encaminhado ao governo do estado e às prefeituras.

No documento, o CRMV-BA faz referência ao Decreto Presidencial nº 10.282, que considera essencial atividades como vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias; prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e doença dos animais; vigilância agropecuária internacional e cuidados com animais em cativeiro. O conselho reforça também que estabelecimentos comerciais vinculados à atividade médica veterinária precisam ser mantidos em funcionamento, sob pena de colocar em risco a vida, saúde e segurança dos animais.

“Recomendamos a manutenção desses estabelecimentos abertos para que possam atender às necessidades dessa população, garantindo o preceito do artigo 225 da Constituição Federal, que reserva a necessidade de todos, inclusive dos agentes públicos, nos cuidados com a saúde pública, animal e ambiental, caracterizado pela saúde única”, diz Altair Santana de Oliveira, presidente do conselho.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA