Conecte conosco

MUNDO

Segundo diretor do FBI, Facebook pode virar rede de pornografia infantil

Autoridades não querem implementação de criptografia de ponta a ponta no Messenger, extensão de mensagens privadas da plataforma

Publicado

em

Bahia.ba – A proposta do Facebook de criptografar o Messenger, seu serviço de conversas privadas, está sendo criticada por autoridades, entre elas o diretor do FBI, Christopher Wray, que disse nesta sexta-feira (4) que a plataforma poderia se tornar uma rede de pornografia infantil.

Didirigindo-se a uma multidão de autoridades policiais e de proteção à criança no Departamento de Justiça em Washington, ele disse que o plano do Facebook produziria “um espaço sem lei criado não pelo povo americano ou seus representantes, mas pelos proprietários de uma grande empresa”.

Seu discurso, que aconteceu antes de um pronunciamento sobre o mesmo tópico do procurador-geral William Barr, aumenta a pressão no Facebook, conforme os EUA e alguns governos aliados renovam seu esforço para enfraquecer as proteções digitais em torno das mensagens que bilhões de pessoas trocam todos os dias.

A segunda autoridade mais importante do Departamento de Justiça estimou que as informações dadas às autoridades sobre possíveis explorações de crianças podem cair em até 70% se o Facebook criptografar seu serviço de mensagens.

O Facebook relatou que recebeu 16 milhões de informações sobre exploração infantil no ano passado, disse o vice-procurador-geral Jeffrey Rosen. Por outro lado, a Apple, que já usa criptografia de ponta a ponta em seu messenger, relatou 43 informações recebidas no ano passado.

“Devemos assumir que a Apple magicamente administrou plataformas livres de exploração infantil?” Rosen perguntou. “Ou será que as empresas com criptografia de ponta a ponta não conseguem ver atividades ilícitas prejudiciais que estavam ocorrendo nessas plataformas e optam por olhar para outro lado implantando a criptografia?”.

O tema gera resistência entre organizações de proteção à privacidade, que alertam para vulnerabilidades à segurança de todos os usuários ao criar uma brecha em sistemas de troca de mensagens. As informações são da Folha de S. Paulo.

MUNDO

Pandemia de coronavírus já matou 300 mil pessoas no mundo

Estados Unidos são país com maior número de óbitos; Brasil ocupa sexta posição na lista

Publicado

em

Metro1 – A pandemia de coronavírus já causou a morte de mais de 300 mil pessoas em todo o mundo. O número foi alcançado ontem (14), de acordo com o Mapa da Covid-19, a Universidade Johns Hopkins. 

Até as 8h30 de hoje (15), 302.493 falecimentos em razão da doença foram registrados. Os Estados Unidos são o país onde o vírus foi mais letal, até o momento: 85.906 óbitos, seguido do Reino Unido, com 33.693. O Brasil ocupa a sexta posição na lista, 13.999 mortes.

Apesar dos números negativos, das cerca de 4,4 milhões de vítimas de coronavírus no mundo, mais de um terço já está curado (aproximadamente 1,6 mi). 

Continuar Lendo

MUNDO

Próximas semanas na Europa serão críticas, diz OMS

Número de casos da doença se aproxima da casa do milhão, informa a direção da entidade global

Publicado

em

Bahia.ba – A Europa está atualmente no olho do furacão da pandemia do novo coronavírus, e o número de casos da doença se aproxima da casa do milhão, disse o diretor regional europeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (16).

“O número de casos na região continua a subir. Nos últimos 10 dias, o número de casos relatados na Europa praticamente dobrou para se aproximar de 1 milhão”, disse Hans Kluge a jornalistas em briefing online.

Isso significa que cerca de 50% do fardo global da Covid-19 está na Europa, acrescentou Kluge. Mais de 84 mil pessoas morreram da doença no continente, lembrou.

“As nuvens de tempestade desta pandemia ainda estão pesadamente sobre a região europeia”, observou Kluge.

Segundo ele, embora alguns países estejam entrando em um período em que podem amenizar algumas restrições gradualmente, “não há um caminho rápido para a volta à normalidade.

Continuar Lendo

MUNDO

Vulcão entra em erupção na Indonésia; cinzas chegam a 500 metros de altura

Vulcão esteve em erupção contínua até a manhã deste sábado (11); ainda não há relatos de vítimas

Publicado

em

Bahia.ba – O vulcão Krakatoa, na Indonésia, entreou em erupção na noite da última sexta-feira (10). As cinzas expelidas chegam a 500 metros de altura e, de acordo com informações da RTP Notícias, é a maior erupção desde aquela que causou um tsunami em 2018.

O Centro para a Mitigação de Desastres Vulcanológicos e Geológicos da Indonésia indicou que o vulcão esteve em erupção contínua até a manhã deste sábado (11). Um alerta nível 2 foi emitido. Não há relatos de vítimas até então.

O vulcão Anak Krakatoa é descendente do vulcão Krakatoa, que entrou em erupção em 1883. Depois disso, o planeta viveu um período de arrefecimento.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA