Conecte conosco

MUNDO

Rússia e China apresentam plano para criar Estação Científica Internacional na Lua até 2035

Publicado

em

Nesta quarta-feira (16), as delegações da Rússia e da China apresentaram uma estratégia para criar uma Estação Científica Internacional na Lua até 2035.

A estação vai ser construída em três estágios. Durante o primeiro, de 2026 a 2030, os dois países vão iniciar as operações conjuntas, obter amostras da superfície lunar e testar as tecnologias do centro de comando da estação.

Depois disso, os países vão implantar sistemas responsáveis pela energia, comunicação e entrega de equipamentos na órbita e na Lua. O segundo estágio ocorrerá de 2031 a 2035.

Rússia e China pretendem colocar a estação totalmente em serviço durante o terceiro estágio.

O vice-diretor da Administração Espacial Nacional da China (CNSA, na sigla em inglês), Wu Yanhua, afirmou que diversos países já expressaram interesse em participar do projeto.

“Alguns países, como a Tailândia, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos também demonstraram interesse em participar do programa”, afirmou Wu.

Com informações do Sputinik News.

MUNDO

Aviões com ajuda humanitária da Rússia aterrissam em Cuba

Publicado

em

avião com ajuda humanitária chega a cuba

Agência Sputnik – Os dois primeiros aviões com ajuda humanitária russa chegaram a Cuba, informou correspondente da Sputnik do Aeroporto Internacional José Martí.

“Dois aviões russos pousaram no aeroporto. Eles estão sendo descarregados na pista”, afirmou correspondente.

Anteriormente, o Ministério das Ralações Exteriores de Cuba confirmou a primeira entrega de ajuda russa no Twitter.

Betsy Díaz Velázquez, ministra do Comércio Interno, e Ana Teresita González Fraga, primeira vice-ministra do MINCEX (Ministério do Comércio Externo e do Investimento Estrangeiro), recebem o primeiro de dois voos provenientes da Rússia com ajuda humanitária para enfrentar a COVID-19.

Dois aviões com mais de 88 toneladas de ajuda humanitária russa chegaram a Cuba, informou um correspondente da Sputnik do Aeroporto Internacional José Martí. A ajuda, que inclui mais de 1 milhão de máscaras médicas, está agora sendo descarregada na pista.

No sábado (24), dois aviões militares de transporte russos foram enviados a Cuba para entregar alimentos e equipamentos de proteção pessoal.

As dificuldades econômicas foram desencadeadas pelo contínuo bloqueio dos EUA a Cuba. De acordo com o governo cubano, o lançamento da vacina do país foi adiado porque as sanções dos EUA impediram a importação de matérias-primas.

Até mesmo agora, enquanto os casos de COVID-19 começam a atingir os níveis mais altos desde o início da pandemia, Biden não fez qualquer tentativa para levantar as restrições econômicas.

De acordo com Havana, o bloqueio econômico, financeiro e comercial dos EUA causou ao país perdas econômicas estimadas em mais de US$ 144 bilhões (R$ 748,5 bilhões).

https://t.me/sputniknewsint/10740

Continuar Lendo

MUNDO

Presidente Emmanuel Macron leva tapa na cara durante visita à cidade francesa de Drôme

Publicado

em

Nesta terça-feira (8), o presidente da França, Emmanuel Macron, levou um tapa na cara de um homem durante visita à cidade de Drôme, no sudeste da França.

Em um vídeo divulgado no Twitter, é possível ver o momento em que um homem, vestindo camiseta verde, com óculos e máscara facial, grita “fora Macron!”, e logo em seguida, acerta um tapa na cara do presidente.

Os seguranças do presidente francês interviram rapidamente, colocando o homem no chão e afastando Macron do local.

Posteriormente, a comitiva do presidente confirmou que um homem havia acertado Macron com um tapa.

Depois do incidente, envolvendo o presidente francês durante visita a Drôme, duas pessoas foram detidas, segundo a Reuters.

Com informações do Sputnik News.

Continuar Lendo

MUNDO

Líderes da oposição em Israel afirmam ter chegado a acordo para derrubar Netanyahu

Publicado

em

Líderes da oposição em Israel afirmam ter chegado a acordo para derrubar Netanyahu

Os opositores do primeiro-ministro de Israel, anunciaram a conclusão de um acordo para formar uma nova coalizão governamental, abrindo o caminho para a expulsão de Benjamin Netanyahu como líder de Israel desde 2009, relata a agência norte-americana Associated Press (AP).

O anúncio dramático de Yair Lapid, centrista e líder da oposição, e Naftali Bennett, ultranacionalista e seu principal parceiro da coalizão, chegou momentos antes da meia-noite, e impediu que o país mergulhasse no que teria sido sua quinta eleição consecutiva em pouco mais de dois anos.

Em uma declaração no Twitter, Lapid disse que informou Reuven Rivlin, o presidente de Israel, sobre o acordo.

“Este governo trabalhará para todos os cidadãos de Israel, aqueles que votaram a favor e aqueles que não votaram. Ele fará de tudo para unir a sociedade israelense”, afirmou.

Likud, o partido liderado por Netanyahu, ganhou as últimas eleições legislativas de Israel em 23 de março de 2021, mas com uma pequena pluralidade de 24,2%.

Nesta quarta-feira (2) o Knesset, parlamento israelense, também elegeu Isaac Herzog, um político veterano e herdeiro de uma proeminente família israelense, como o próximo presidente de Israel. A presidência tem, em grande parte, um papel cerimonial, cujo objetivo é servir como bússola moral e unidade do país.

“Eu pretendo ser o presidente de todos. Devemos defender o status internacional de Israel e sua boa reputação na família das nações, combater o antisemitismo e o ódio a Israel, e preservar os pilares de nossa democracia”, declarou Herzog, após o fim da contagem dos votos.

Agência Sputnik

Continuar Lendo

MUNDO

Isaac Herzog é eleito presidente de Israel

Publicado

em

saac Herzog é eleito presidente de Israel

Filho do sexto presidente israelense, o presidente da Agência Judaica se tornou o 11º presidente de Israel, informou a rádio Galei Tzahal.

De acordo com a rádio, Isaac Herzog obteve 87 votos dos parlamentares, contra 26 de Miriam Peretz, a segunda candidata.

Nesta quarta-feira (2), o Knesset se reuniu em sessão extraordinária para eleger o presidente, por voto secreto. Os parlamentares votaram por ordem alfabética.

A data da posse será anunciada posteriormente. O mandato do atual presidente israelense, Reuven Rivlin, chegará ao fim no dia 9 de julho.

O mandato do novo presidente é de sete anos. Apesar de Israel eleger o chefe de Estado, o poder real do país está nas mãos do primeiro-ministro.

Continuar Lendo

MUNDO

Submarino indonésio que estava desaparecido é encontrado aos pedaços

Publicado

em

Do Agência Brasil – Um submarino indonésio que estava desaparecido foi encontrado naufragado e dividido em pelo menos três partes no fundo do mar de Bali, disseram oficiais do exército e da marinha neste domingo (25), enquanto o presidente enviava condolências aos parentes dos 53 tripulantes.

As equipes de resgate também encontraram novos objetos, incluindo um colete salva-vidas, que eles acreditam pertencer ao KRI Nanggala-402, submarino de 44 anos que perdeu o contato com o radar na quarta-feira (21) enquanto se preparava para conduzir um exercício de torpedo.

“Com base nas evidências, pode-se afirmar que o KRI Nanggala afundou e todos os seus tripulantes morreram”, disse o líder militar Marechal Hadi Tjahjanto aos repórteres.

O chefe do Estado-Maior da Marinha, Yudo Margono, disse que a tripulação não tinha culpa pelo acidente, afirmou que o submarino não sofreu um blecaute e culpou as “forças da natureza”.

“O KRI Nanggala é dividido em três partes, o casco do navio, a popa e as partes principais, que estão todas separadas, com a parte principal tendo sido encontrada rachada”, disse ele.

“Existem partes espalhadas do submarino e seu interior na água.”

O presidente Joko Widodo havia confirmado mais cedo a descoberta dos destroços no mar de Bali e enviou às famílias das vítimas suas condolências.

“Todos nós, indonésios, expressamos nossa profunda tristeza por essa tragédia, especialmente às famílias da tripulação do submarino.”

Uma varredura no sábado detectou o submarino a 850 metros, muito além da área de mergulho do Nanggala.

Continuar Lendo

MUNDO

CULPADO: JÚRI CONDENA O POLICIAL DEREK CHAUVIN PELA MORTE DE GEORGE FLOYD

Publicado

em

George Floyd Square culpado pela morte de George Floyd

Os 12 jurados decidiram nesta terça-feira (20) que o ex-policial Derek Chauvin é culpado pela morte de George Floyd, homem negro asfixiado durante uma abordagem policial em maio de 2020, em Mineápolis, nos Estados Unidos.

O júri se reuniu para discutir a decisão na segunda-feira após o fim dos depoimentos de testemunhas, defesa e acusação no processo. Chauvin se recusou a depor no tribunal.

O ex-policial foi considerado culpado em todas as três acusações de homicídio contra o ex-segurança negro: homicídio culposo, negligência ao assumir o risco consciente de causar a morte de floyd e causar a morte, sem intenção, através de um ato perigoso, sem consideração pela vida humana.

A sentença será anunciada nas próximas horas.

Muiltidões se formam em vária cidades do Estados Unidos. No centro de Mineápolis uma grande número de pessoas estãos aglomeradas na “Geoge Floyd Square” próximo ao local da morte do ex-segurança.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA