Conecte conosco

CORONAVÍRUS

Postos de saúde de Salvador já estão preparados para aplicar vacinas contra o coronavírus

No total, serão 32 pontos de imunização implantados em locais estratégicos da cidade, incluindo nove estruturas que irão operar no sistema drive thru

Publicado

em

Bahia.ba – Aplicar cerca de 15 mil doses por hora. Essa é a capacidade estimada pela Prefeitura de Salvador para o esquema de vacinação contra a Covid-19. No total, serão 32 pontos de imunização implantados em locais estratégicos da cidade, incluindo nove estruturas que irão operar no sistema drive thru – com a aplicação da vacina sem a necessidade de o cidadão descer do veículo.

Um desses locais de vacinação será o complexo de saúde Clementino Fraga, nos Barris. Os demais, inclusive os pontos de drive-thru, serão divulgados em breve pela Prefeitura, que aguarda as doses do governo federal, após liberação do uso das vacinas que serão adquiridas pela União e distribuídas a estados e municípios.

O esquema desenhado no Plano Municipal de Imunização prevê ainda a disponibilização de 202 salas e 506 boxes para aplicação das doses, além de equipes de saúde que realizarão a vacinação extramuros em instituições que abrigam idosos e hospitais, em residências com indivíduos contemplados pela estratégia que encontram-se acamados, bem como na população de rua.

“Estamos preparados para iniciar a imunização na cidade em até 72 horas após a chegada das doses em nosso estoque. A estrutura montada contempla todos os tipos de imunizantes que foram desenvolvidos até o momento, inclusive o da Pfizer, que requer acondicionamento em baixíssima temperatura. Também estamos mantendo contato com os laboratórios, alguns com tratativas mais avançadas, para assegurar que a vacinação esteja disponível o mais rápido possível para os soteropolitanos”, destacou o titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Leo Prates.

A vacinação na capital baiana acontecerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Também há a possibilidade de estender o horário dos serviços para 22h durante a semana, além de funcionar aos sábados, domingos e feriados. Para garantir maior segurança à população, será solicitado apoio dos profissionais de segurança para escoltar o transporte das doses e atuar nos locais de vacinação.

Estoque de seringas – Na última semana, a SMS adquiriu mais de 146 mil seringas e 35 mil agulhas para vacinar a população contra a Covid-19. A aquisição segue a programação da pasta para assegurar a imunização dos soteropolitanos quando as doses chegarem na cidade.

Com isso, a capital baiana já dispõe de mais de um milhão de seringas e cerca de 450 mil agulhas no almoxarifado da rede municipal. “A chegada das agulhas e seringas para vacinação da população mostra como Salvador se organiza, se planeja e age com competência, seja através de aquisição própria ou disponibilização pelo governo federal ou estadual.”

P U B L I C I D A D E

CORONAVÍRUS

Anvisa decide uso emergencial da Coronavac do Butantan nesta sexta

No último domingo (17), apenas as doses produzidas pela China receberam autorização

Publicado

em

Metro1 – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fará uma reunião hoje (22) para decidir se autoriza o uso emergencial da vacina Coronavac produzida pelo Instituto Butantan, no Brasil. Caso o pedido seja aprovado, serão disponibilizadas 4,8 milhões de doses.

A solicitação foi feita pelo Butantan na última segunda-feira (18), um dia após a mesma vacina, elaborada na China, ter sido liberadas para uso emergencial pela Anvisa. Apenas os imunizantes importados entraram no pedido passado.

O encontro da Diretoria do Colegiado do órgão regulador está marcado para acontecer às 15h.

Continuar Lendo

CORONAVÍRUS

Após críticas, Pfizer diz que governo da Bahia não quis comprar vacinas com antecedência

Na quinta-feira, o secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, criticou o que classificou como “falta de compromisso” da empresa, que realizou testes no estado

Publicado

em

Metro1 – Após o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, acusar a farmacêutica norte-americana Pfizer de recusar-se a vender sua vacina contra a Covid-19 e “usar a boa fé de 1.500 voluntários baianos” (relembre), a empresa alegou ter oferecido doses da vacina contra a Covid-19 ao governo da Bahia ainda em setembro de 2020. Em nota enviada ao jornal Correio, a Pfizer ressalta, no entanto, que “naquele momento, a proposta foi declinada”.

A Pfizer ainda afirmou que a condução dos estudos para elaboração da vacina não esteve atrelada a aspectos comerciais e confirmou que mantém conversas com o governo federal para um possível fornecimento. “O cenário de disponibilidade da vacina tem mudado significativamente, priorizando os países que fizeram uma aquisição antecipada ainda no ano passado”, diz a empresa.

Continuar Lendo

BRASIL

VÍDEO: EM QUIXADÁ, SECRETÁRIA TOMA VACINA COM SERINGA, SUPOSTAMENTE, VAZIA

Publicado

em

vacina fake

Está circulando um vídeo nas redes sociais mostrando uma cena no mínimo curiosa: nas imagens, a secretaria de Saúde de Quixadá (Interior do Ceará), Srª Benedita Oliveira, aparece tomando a dose da vacina CoronaVac, contra a Covid-19, mas a seringa parece estar vazia.

A aplicação do imunizante teria sido feita pelo prefeito do município Ricardo Silveira. Em nota, a Prefeitura de Quixadá declara que se trata de fake news e repudia o fato.

Confira a nota divulgada pela Prefeitura de Quixadá:

“A respeito do vídeo disseminado nas redes sociais por um site de Quixadá e influenciadores digitais do município, a Prefeitura de Quixadá informa que o vídeo se trata de uma fake News.

A Procuradoria Geral do Município já apresentou denúncia perante a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, Ministério Público do Estado do Ceará, bem como no portal AntiFake, mantido pelo Governo do Estado, além de elaborar as medidas judiciais cabíveis contra os propagadores.

A prefeitura de Quixadá lamenta a postura dos responsáveis envolvidos na produção dessa fake news e repudia todo e qualquer ato que prejudique a conscientização da população no que se refere à política de imunização executada para combater a pandemia e salvar vidas. São graves mentiras que podem prejudicar substancialmente o rendimento do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contra a Covid-19.”

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA