Conecte conosco

BRASIL

Pai é preso suspeito de agredir e quebrar pernas e braço de bebê de 6 meses em MG

A mãe da criança também foi presa por suspeitas de omitir as agressões causadas pelo marido

Publicado

em

Na madrugada da última terça-feira (20), uma mãe foi presa por omissão e o pai por suspeitas de agredir violentamente quebrando o braço e pernas de seu filho de apenas 6 meses, no bairro Hha Chica, no município de Carmo, em Minas Gerais. Além de fraturar os membros da criança, o corpo do bebê de nome Davi estava repleto de mordidas e ferimentos no rosto. Ao ser preso, o homem assumiu a autoria das agressões.

O crime teria deixado diversas pessoas perplexas, como policiais, delegados e equipes médicas que acompanharam o caso.

Tudo teria ocorrido após a criança dar entrada para ser atendida no Hospital São Lourenço. Os profissionais de saúde verificaram a situação do bebê e teriam chamado imediatamente a Polícia Militar da região para averiguar o caso. Chegando na unidade hospitalar, os policiais ficaram horrorizados com o que encontraram.

De acordo com o delegado responsável pela investigação do caso, Gustavo Fernandes Teixeira, um exame de corpo de delito realizado na criança comprovou que as duas pernas do bebê estavam quebradas, o braço esquerdo estaria fraturado em três lugares diferentes, e também tinha diversos hematomas no rosto e na cabeça.

Diante do que viram no hospital, os agentes militares foram de encontro a mãe do bebê para tentar esclarecer os fatos, mas mesmo pressionada pelas autoridades ela alegou que não teria feito nenhum mal a criança mencionando que poderia ser seu marido o autor das agressões contra a vítima.

Pai e mãe foram presos

Em poder das informações repassadas pela mãe, os agentes militares começaram então a realizar buscas a procura pelo suspeito, o encontrando poucas horas depois. Diante dos policiais o homem acabou confessando que agrediu daquela forma o filho.

Tanto o agressor quanto a mãe do bebê receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de São Lourenço para serem autuados e terem seus depoimentos sobre o crime registrados.

A polícia ainda não divulgou o nome do suspeito e nem de sua esposa.

Os policiais suspeitam que as agressões contra a criança eram constantes e ocorriam já a algum tempo.

Na última terça-feira(21), o autor do crime participou de uma audiência de custódia na presença do juiz responsável pelo caso da comarca de Carmo de Minas, e o caso está sendo registrado contra ele como ocorrência de lesão corporal grave.

A mãe do bebê responderá por lesão corporal e omissão dos fatos e serão encaminhados para uma penitenciária da região.

O bebê Davi ainda se encontra internado no Hospital São Lourenço e o estado é estável, mas sem previsão de alta médica.

BlastingPop

BRASIL

Justiça Eleitoral prorroga prazo para regularizar título de eleitor

Interessados devem procurar atendimento entre os dias 27 de fevereiro e 6 de maio

Publicado

em

Metro1 – A Justiça Eleitoral prorrogou o prazo de regularização do título de eleitor e quem não atualizou sua situação deve procurar atendimento entre os dias 27 de fevereiro e 6 de maio.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), os eleitores que não comparecerem aos cartórios eleitorais dos 242 municípios selecionados serão impedidos de participar das eleições municipais deste ano. 

Caso o título tenha sido cancelado, o eleitor deve ir ao cartório eleitoral ou posto de atendimento do município, apresentar um documento oficial com foto, comprovante de residência emitido há no máximo três meses e pagar as multas devidas.

Continuar Lendo

BRASIL

Justiça determina extinção de torcidas organizadas de Sport, Santa Cruz e Náutico

O TJ-PE informou que foram julgadas ações que pediam o encerramento das atividades da Jovem, Inferno Coral e Fanáutico, “por episódios constantes de violência, vandalismo e brigas”

Publicado

em

Metro1 – O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE) acatou o pedido do governo estadual e determinou a extinção compulsória de três torcidas organizadas de Sport, Santa Cruz e Náutico, em decisão divulgada hoje (18).

O TJ-PE informou que foram julgadas ações que pediam o encerramento das atividades da Jovem, Inferno Coral e Fanáutico, “por episódios constantes de violência, vandalismo e brigas”.

A solicitação de julgamento “imediato e simultâneo” das ações, que tramitavam no Judiciário, foi feita pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE), no dia 14 de fevereiro. O pedido, que chegou à 5ª Vara da fazenda pública da Comarca do Recife, teve como objetivo agilizar a análise de uma ação ordinária, de 2014, e de uma ação civil pública, de 2012.

De acordo com o TJ-PE, além de determinar o fim das torcidas, a sentença do juiz Augusto Sampaio Angelim ordenou a extinção dos CNPJ’s das organizações. Ainda é possível recorrer ao segundo grau do Judiciário em Pernambuco.

Continuar Lendo

BRASIL

Enem 2019 gerou 507 processos judiciais contra a União

AGU afirmou não ter “informação do mérito principal das demandas, mas apenas o assunto cadastrado”

Publicado

em

Metro1 – A Advocacia-Geral da União (AGU) recebeu 507 processos judiciais relativos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019, vindos de todos os estados e do Distrito Federal. A AGU afirmou não ter “informação do mérito principal das demandas, mas apenas o assunto cadastrado”.

Os dados foram obtidos via Lei de Acesso à Informação, a partir de pedido da agência de dados Fiquem Sabendo e divulgados pelo jornal O Globo.

A maioria das ações teve origem no Distrito Federal (227), seguido por Minas Gerais (48), São Paulo (44), Rio de Janeiro (32) e Pernambuco (26). Em todos os estados do país houve ao menos um processo judicial relativo ao Enem.

A edição de 2019 teve falhas em sua correção que foram reveladas apenas em janeiro deste ano, quando as notas foram divulgadas. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, os erros prejudicaram quase 6 mil candidatos, de um total de 3,9 milhões que fizeram as provas.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA