Conecte conosco

BRASIL

Moro depõe por oito horas na PF de Curitiba

Ex-ministro apresentou novas provas contra Bolsonaro

Publicado

em

ConversaAfiada – Durante boa parte deste sábado 2/V, o ex-juiz e ex-ministro da Justissa Sérgio Moro prestou depoimento na sede da Polícia Federal de Curitiba a respeito das acusações que fez ao abandonar o governo de Jair Bolsonaro.

Moro chegou ao prédio às 13h por uma entrada nos fundos – evitando, assim, os manifestantes morolovers e bolsomínions que se atacavam em frente ao portão principal. O depoimento começou às 14h e acabou por volta das 22h40 – mais de oito horas depois.

O ex-juiz deixou a sede da PF por volta das 00h20, sem falar com a imprensa.

Segundo reportagem de Katina Baran, da Folha de São Paulo, Moro reiterou as acusações que fez durante a coletiva de imprensa sobre sua demissão. O ex-ministro também apresentou novos indícios sobre a tentativa de interferência na Polícia Federal por parte de Jair Bolsonaro, afirmou a colunista do Globo Bela Megale, em seu blog.

O depoimento foi conduzido pela delegada Christiane Machado, chefe do SINQ, o “Serviço de Inquéritos Especiais” – o grupo da Polícia Federal que apura os inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal.

De acordo com Moro, o presidente queria a troca no comando da instituição para ter acesso a informações sobre investigações em andamento – como os inquéritos relacionados aos seus familiares.

Em tempo: segundo Guilherme Amado, na revista Época, Moro tem em mãos um dossiê de quinze meses com acusações contra o Presidente da República.

P U B L I C I D A D E

BRASIL

Criança cai de prédio em Osasco

Publicado

em

Criança cai de prédio em Osasco

Na manhã desta quinta-feira (26), uma criança caiu de um prédio em Osasco, em um condomínio na Avenida São Paulo Paraná, no Jardim Elvira, de uma altura de aproximadamente dez metros, de acordo com o corpo de bombeiros. A reportagem é do portal G1.

A corporação ainda informou que um Helicóptero Águia, da Polícia Militar, chegou a ser acionado, mas ao chegar ao local, a vítima já tinha sido socorrida pelo SAMU, acrescenta a reportagem.

No momento, não há novas informações sobre o estado de saúde da criança.

Continuar Lendo

BRASIL

Felipe Neto explica seu antipetismo: “eu tinha 25 anos e jovem faz bosta”

Publicado

em

Felipe Neto explica seu antipetismo: “eu tinha 25 anos e jovem faz bosta”

O youtuber Felipe Neto, que promete apoiar qualquer um contra Jair Bolsonaro em 2022, reconhece que errou ao estimular o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff.

O youtuber Felipe Neto, que estimulou o discurso de ódio contra a esquerda e apoiou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, reconheceu, ao participar de uma live do jornal Valor Econômico, seus erros. “Eu tinha 25 anos e jovem faz bosta. Eu realmente achava que o PT era o pior governo que este país já teve desde 1500. Acha o PT a escória”, disse ele. Felipe afirmou que mudou muito sua visão de lá pra cá e que passou a ver as coisas mais tecnicamente – e, de fato, as estatísticas oficiais mostram que os governos Lula e Dilma foram os que mais reduziram a pobreza e as desigualdades sociais, em toda a história do Brasil.

Felipe hoje prega a união das esquerdas e uma frente ampla contra Jair Bolsonaro, sem a imposição de nomes que dividam os eleitores. Na sua visão, os jovens têm sido atraídos pela direita, porque ela tem se mostrado mais acolhedora e apresentado soluções fáceis. “Putz, é só ser liberal que resolvemos todos os problemas. Tem que acabar com a CLT, cara”, disse Felipe, de forma irônica. Desde que passou a ser crítico do bolsonarismo, ele se tornou um dos maiores alvos da extrema-direita e passou a viver sob um forte esquema de segurança pessoal.

247

Continuar Lendo

BRASIL

Após 19 dias de apagão, Bolsonaro chega ao Amapá sob protestos de moradores

Protestos se estenderam ao governador do estado, Waldez Góes e ao presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre

Publicado

em

Metro1 – Com quase três semanas de atraso, o presidente Jair Bolsonaro chegou ao Amapá ontem (21) e foi recebido com protestos. A informação foi divulgada pelo site G1.

O estado vive uma crise energética desde o último dia 3, quando um blecaute total afetou 13 dos 16 municípios, incluindo a capital, Macapá.

Ao desembarcar, Bolsonaro era aguardado por apoiadores, como é comum nas viagens oficiais, mas também por moradores insatisfeitos. Os protestos se estenderam ao governador do estado, Waldez Góes (PDT) e até mesmo ao presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA