Conecte conosco

MUNDO

Homem morre após usar remédio divulgado por Bolsonaro e Trump para tratar Coronavirus.

Um homem na faixa dos 60 anos morreu após usar a cloroquina, indicada para o tratamento de malária, lúpus. Mesmo com a recomendação da comunidade médica de que o remédio precisa passar por testes no combate ao coronavírus, Trump e Bolsonaro disseram que irão produzi-lo em longa escala

Publicado

em

247 Um homem na faixa dos 60 anos no estado do Arizona, nos Estados Unidos, morreu após usar sem orientação médica a cloroquina, usada para o tratamento de malária, lúpus e artrite, em uma aparente tentativa de se tratar da covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus. A informação é do portal UOL.

A sua esposa, que também se automedicou com a cloroquina, segue em observação por profissionais do Hospital Banner Health, segundo informações da CNN.

Além do paciente estadunidense, outras duas pessoas foram intoxicadas ao ingerir a cloroquina, na Nigéria. 

Algumas pesquisas iniciais apostam que a cloroquina pode ser útil contra o novo coronavírus. Mas seu uso ainda precisa de testes e requer cuidados.

O presidente dos EUA, Donald Trump exigiu que a FDA, agência que regulamenta os medicamentos no país, acelere a liberação do uso da substância para enfrentar a pandemia. Neste sábado (21) Jair Bolsonaro seguiu a mesma linha, anunciando que o Exército aumentaria a produção do remédio. Segundo ele, o Hospital Israelita Albert Einstein teria iniciado testes do medicamento em pacientes infectados pelo coronavírus.  

MUNDO

Pandemia de coronavírus já matou 300 mil pessoas no mundo

Estados Unidos são país com maior número de óbitos; Brasil ocupa sexta posição na lista

Publicado

em

Metro1 – A pandemia de coronavírus já causou a morte de mais de 300 mil pessoas em todo o mundo. O número foi alcançado ontem (14), de acordo com o Mapa da Covid-19, a Universidade Johns Hopkins. 

Até as 8h30 de hoje (15), 302.493 falecimentos em razão da doença foram registrados. Os Estados Unidos são o país onde o vírus foi mais letal, até o momento: 85.906 óbitos, seguido do Reino Unido, com 33.693. O Brasil ocupa a sexta posição na lista, 13.999 mortes.

Apesar dos números negativos, das cerca de 4,4 milhões de vítimas de coronavírus no mundo, mais de um terço já está curado (aproximadamente 1,6 mi). 

Continuar Lendo

MUNDO

Próximas semanas na Europa serão críticas, diz OMS

Número de casos da doença se aproxima da casa do milhão, informa a direção da entidade global

Publicado

em

Bahia.ba – A Europa está atualmente no olho do furacão da pandemia do novo coronavírus, e o número de casos da doença se aproxima da casa do milhão, disse o diretor regional europeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (16).

“O número de casos na região continua a subir. Nos últimos 10 dias, o número de casos relatados na Europa praticamente dobrou para se aproximar de 1 milhão”, disse Hans Kluge a jornalistas em briefing online.

Isso significa que cerca de 50% do fardo global da Covid-19 está na Europa, acrescentou Kluge. Mais de 84 mil pessoas morreram da doença no continente, lembrou.

“As nuvens de tempestade desta pandemia ainda estão pesadamente sobre a região europeia”, observou Kluge.

Segundo ele, embora alguns países estejam entrando em um período em que podem amenizar algumas restrições gradualmente, “não há um caminho rápido para a volta à normalidade.

Continuar Lendo

MUNDO

Vulcão entra em erupção na Indonésia; cinzas chegam a 500 metros de altura

Vulcão esteve em erupção contínua até a manhã deste sábado (11); ainda não há relatos de vítimas

Publicado

em

Bahia.ba – O vulcão Krakatoa, na Indonésia, entreou em erupção na noite da última sexta-feira (10). As cinzas expelidas chegam a 500 metros de altura e, de acordo com informações da RTP Notícias, é a maior erupção desde aquela que causou um tsunami em 2018.

O Centro para a Mitigação de Desastres Vulcanológicos e Geológicos da Indonésia indicou que o vulcão esteve em erupção contínua até a manhã deste sábado (11). Um alerta nível 2 foi emitido. Não há relatos de vítimas até então.

O vulcão Anak Krakatoa é descendente do vulcão Krakatoa, que entrou em erupção em 1883. Depois disso, o planeta viveu um período de arrefecimento.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA