Conecte conosco

BRASIL

CNI divulga estudo com propostas para estimular inovação

Estudo aponta a importância de uma cultura de investimento

Publicado

em

Bahia.ba – A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Instituto Portulans divulgaram estudo em que apresentam propostas para promover a inovação e a tecnologia no Brasil, no que as entidades chamam de “índice de estar pronto para o futuro”. O Brasil ocupa a parte de baixo do ranking, em 44º lugar entre os 47 países analisados.

A pesquisa sinaliza que o investimento em inovação, tecnologia e talento está diretamente relacionado com os níveis de competitividade. São os casos, por exemplo, da Coreia do Sul e Israel, cuja taxa de investimento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) chega a 5% do Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país). O Brasil neste índice está com 1,3% na 29ª posição (de 47) neste indicador.

O estudo aponta a importância da criação de uma cultura de investimentos privados, como uma política tributária adequada e tempos menores para abertura e fechamento de empresas, além de mecanismos de facilitação de aporte de recursos em startups (pequenas empresas de tecnologia).

O governo, acrescentam os autores, joga um papel importante no financiamento da ciência, tecnologia e inovação em países em desenvolvidos. Enquanto no Brasil o percentual de aporte de verbas públicas nesta área está em 0,63%, em países mais desenvolvidos como Suécia, Coreia do Sul e Alemanha, situa-se em 1%.

Investimento
O texto recomenda que o país aumente o investimento público em P&D e indica como necessário melhorar a construção de pontes entre os setores público e privado. Essas parcerias podem ser desenvolvidas por meio de grupos com diversos tipos de agentes orientados por missões. As estratégias também podem ser mais efetivas se forem interseccionais do que se forem setoriais, sugere o levantamento.

Nas três categorias apontadas no estudo (inovação, tecnologia e talento), o Brasil possui uma performance melhor no quesito inovação. Contudo, na área de tecnologia, o país tem um desempenho mais fraco. Um dos pontos negativos do Brasil é o déficit em infraestrutura de Tecnologias da Informação e da Comunicação, aponta o levantamento.

Os autores também indicam como um flanco do país a qualidade de suas políticas de ciência e tecnologia. “Para atingir níveis mais altos de competitividade, o Brasil precisa ir para uma política de C&T mais inclusiva para construir um arcabouço que possa guiar essas políticas de forma holística. Ações coletivas para trazer de volta esforços com diversos segmentos podem ajudar o Brasil a voltar aos trilhos nessas importantes áreas”, conclui o documento.

Talentos
O levantamento indica também a necessidade de acompanhar o cenário em transformação das habilidades e competência de talentos. É preciso uma estratégia que consiga promover o aperfeiçoamento contínuo, combinando excelência técnica, boa governança e constante desenvolvimento de talentos.

“Os principais inovadores não são estrelas quando se trata de talentos. Essa tendência global de países ficando para trás em performance sobre talento é um alerta para o Brasil. As projeções mostram que o Brasil ficará atrasado se não investir em treinamento e competitividade de talentos”, recomenda a pesquisa.

P U B L I C I D A D E

BRASIL

VÍDEO: EM QUIXADÁ, SECRETÁRIA TOMA VACINA COM SERINGA, SUPOSTAMENTE, VAZIA

Publicado

em

vacina fake

Está circulando um vídeo nas redes sociais mostrando uma cena no mínimo curiosa: nas imagens, a secretaria de Saúde de Quixadá (Interior do Ceará), Srª Benedita Oliveira, aparece tomando a dose da vacina CoronaVac, contra a Covid-19, mas a seringa parece estar vazia.

A aplicação do imunizante teria sido feita pelo prefeito do município Ricardo Silveira. Em nota, a Prefeitura de Quixadá declara que se trata de fake news e repudia o fato.

Confira a nota divulgada pela Prefeitura de Quixadá:

“A respeito do vídeo disseminado nas redes sociais por um site de Quixadá e influenciadores digitais do município, a Prefeitura de Quixadá informa que o vídeo se trata de uma fake News.

A Procuradoria Geral do Município já apresentou denúncia perante a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, Ministério Público do Estado do Ceará, bem como no portal AntiFake, mantido pelo Governo do Estado, além de elaborar as medidas judiciais cabíveis contra os propagadores.

A prefeitura de Quixadá lamenta a postura dos responsáveis envolvidos na produção dessa fake news e repudia todo e qualquer ato que prejudique a conscientização da população no que se refere à política de imunização executada para combater a pandemia e salvar vidas. São graves mentiras que podem prejudicar substancialmente o rendimento do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contra a Covid-19.”

Continuar Lendo

BRASIL

Em ofício, governadores pedem a Bolsonaro diálogo internacional para compra de vacinas

Assinado por 15 gestores estaduais, documento não foi chancelado por Rui Costa

Publicado

em

Metro1 – Governadores de 15 estados encaminharam na tarde de hoje (20) um ofício ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O documento pede que seja retomado o diálogo com China e Índia por parte do presidente. Os dois países são fornecedores de insumos necessários à produção de vacinas contra a Covid-19.

“Nesse sentido, solicitam a essa Presidência que seja avaliada a possibilidade de estabelecimento de diálogo diplomático com os governos dos países provedores dos referidos insumos, sobretudo China e Índia, para assegurar a continuidade do processo de imunização no País”, diz o ofício assinado por Wellington Dias (PT), governador do Piauí e líder do grupo sobre estratégias para vacina contra covid-19 no Fórum Nacional de Governadores.

Assinam o documento os governadores de Alagoas, Renan Filho (MDB); do Amapá, Waldez Goés (PDT); do Ceará, Camilo Santana (PT); do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB); do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM); de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo); do Pará, Helder Barbalho (MDB); da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania); de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT); do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), de São Paulo, João Doria (PSDB); e de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD).

Na manhã de hoje, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) esteve em reunião com o embaixador chinês para tratar do assunto. Maia disse ver empecilho técnico para o envio dos insumos pelos chineses.

Continuar Lendo

BRASIL

Governadores receiam transmissão da variante da Covid-19 com transferência de pacientes do Amazonas

O gestor do estado afirma que era a única solução para salvar os pacientes que precisam de oxigênio para sobreviver

Publicado

em

Metro1 – De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, as autoridades estão com medo de que a transferência de pacientes de Manaus para outros estados acelere a disseminação da nova cepa no Brasil. Segundo o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC-AM) essa era a única solução para salvar os pacientes que precisam de oxigênio para sobreviver.

A situação crítica dos hospitais de Manaus, sem oxigênio disponível, levou alguns representantes do Judiciário e do Legislativo a cobrarem ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), uma ação realmente eficaz contra a crise.

Em uma reunião realizada ontem (14), o Ministério da Saúde fez um documento chamado de “Operação Oxigênio”, com uma lista de intervenções, como a transferência de pacientes para outros estados, que já está sendo feita.

De todos os estados, nove estão com a ocupação de leitos acima de 70% e não podem receber os amazonenses. São eles Pernambuco (83%), Mato Grosso do Sul (80%), Paraná (80%), Espírito Santo (79%), Rondônia (78%), Santa Catarina (75%), Rio Grande do Sul (74%), Bahia (73%) e Minas Gerais (71%).

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA