Conecte conosco

BAHIA

Cimatec inicia entrega de álcool envasado em unidades de saúde

A ação faz parte da força tarefa coordenada pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico

Publicado

em

Bahia.ba – O sistema público de saúde da Bahia começou a receber, nesta sexta-feira (27), o álcool líquido diluído para 70% e envasado pelo Cimatec Park. A ação faz parte da força tarefa coordenada pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Planejamento (Seplan), com o apoio de diversas empresas. O álcool foi doado por usinas sucroalcooleiras que operam no estado – 60 mil litros da Usina Santa Maria, 30 mil da Bahia Etanol e 100 mil da Agrovale.

“Hoje iniciamos o processo de distribuição de 15 mil litros, devidamente envasados em garrafas pet de 1 litro, que começam a fortalecer as unidades de saúde. O processo de limpeza da linha e o envase do álcool começou ontem, quinta-feira (26). Tivemos que realizar a diluição do álcool que nos foi enviado a 92%. Já finalizamos a diluição e envase do primeiro lote de 20 mil litros que recebemos e já estamos iniciando o segundo lote, com 45 mil litros”, disse o diretor do Senai Cimatec, Leone Andrade.

De acordo com o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, a produção do álcool envolve, além do Cimatec Park, as empresas do setor sucroalcooleiro, que estão doando o álcool, de empresas que estão doando vasilhas, rótulos, embalagens de papelão, além daquelas na área de logística.

“Vale destacar o profissionalismo que está sendo adotado na linha de produção, pois este produto será utilizado para limpeza de superfícies como cadeiras, bancos, mesas, maçanetas, ferragens e louças de sanitários, além de toda parte de utensílios médicos e das salas de UTI, como macas e todas as demais superfícies que precisam de assepsia constante, como aparelhos hospitalares e camas”, disse.

“Estamos vivenciando um esforço conjunto contra o coronavírus. Essa doação das usinas, que virou álcool 70 para os hospitais, nada mais é que o efeito do desenvolvimento econômico em forma de solidariedade. E isto é o que o povo baiano precisa para passar firme por essa crise gerada por essa pandemia mundial”, diz o vice-governador, João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.

O presidente da FIEB, Ricardo Alban, ressalta que a instituição não está poupando esforços para dar sua contribuição neste momento em que é imprescindível preservar vidas.

“O Cimatec tem atuado em várias frentes, desde esta linha de envase de álcool, até na manutenção e recuperação de respiradores mecânicos, numa ação que está sendo replicada pela Confederação Nacional da Indústria e Senai Nacional, e também estamos adquirindo máquinas para a realização de testes de PCR, que podem detectar se um paciente com suspeita da Covid-19 tem ou não o vírus. Adicionalmente, a FIEB está liderando uma rede de doadores do setor empresarial baiano para a compra emergencial de mais de 100 novos respiradores mecânicos”.

Cidades

Fieb estima mais de 30 mil trabalhadores demitidos até o final de 2020

Demissões na Bahia são reflexo da crise provocada pela pandemia do coronavírus

Publicado

em

Metro1 – Cálculos feitos pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) apontam que mais  de 31 mil trabalhadores podem ser demitidos na Bahia em 2020, por causa da crise provocada pela pandemia da Covid-19. Com as demissões, o setor perde mais de R$ 3,5 bilhões.

Segundo pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) na Bahia, com empresários das áreas do comércio, serviços, construção civil e agronegócio, aponta que 43% das empresas suspenderam as atividades comerciais.

As contas públicas também são atingidas e de acordo com o governo do estado, somente em maio, a receita com Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) foi R$ 900 milhões menor que o registrado no mesmo período de 2019. O governador Rui Costa criou uma comissão para avaliar os impactos da pandemia nos diversos setores e planejar como será a retomada dos negócios.

Continuar Lendo

BAHIA

Governo anuncia data de pagamento da parcela do vale-alimentação estudantil

800 mil alunos da rede estadual de ensino vão ter direito ao auxílio de R$ 55 do vale-alimentação

Publicado

em

Metro1 – O governador Rui Costa (PT) anunciou o pagamento de mais uma parcela do vale-alimentação estudantil, que beneficia 800 mil alunos da rede estadual de ensino. O auxílio de R$ 55 será disponibilizado a partir do dia 8 de junho. 

O anúncio foi feito durante uma transmissão nas redes sociais, no início da noite de sexta-feira (29). Os estudantes poderão utilizar a quantia exclusivamente para comprar itens do gênero alimentício em qualquer mercado instalado na Bahia a partir da data, quando o valor será depositado pelo Estado. 

Para pagar a nova parcela do benefício, o governo estadual investirá R$ 44 milhões, mesmo montante do primeiro pagamento feito aos estudantes, em 20 de abril, como destacou o governador. “Vamos concluir a entrega dos cartões já nessa próxima semana, para que o pagamento da segunda parcela seja feito direta e integralmente por meio do cartão. Portanto, quem ainda não recebeu o cartão deve entrar em contato com a escola o quanto antes já que não será possível ter acesso ao benefício indo diretamente aos mercados, como ocorreu no primeiro pagamento”, alertou.

Continuar Lendo

Cidades

Transporte intermunicipal é suspenso em mais 21 cidades baianas; total chega a 240

Decreto ainda estabelece retirada da restrição em seis unidades

Publicado

em

Metro1 – O transporte intermunicipal será suspenso em mais 21 cidades baianas, a partir de amanhã (29), em razão da pandemia de coronavírus. De acordo com decreto do Diário Oficial do Estado de hoje (28), passam a adotar a medida Baianópolis, Caraíbas, Conde, Coração de Maria, Coronel João Sá, Crisópolis, Fátima, Macarani, Miguel Calmon, Palmeiras, Piatã, Pintadas, Presidente Dutra, Riachão das Neves, Rio do Antônio, Salinas das Margaridas, Santa Inês, Santa Teresinha, São Domingos, Terra Nova e Tucano. 

Com a inclusão dos novos municípios, 240 unidades na Bahia possuem a restrição, que inclui circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. 

O decreto autoriza ainda a retomada do transporte em Irecê, Licínio de Almeida, Ouriçangas, Ruy Barbosa, Santa Luzia e Santanópolis, cidades que estão há 14 dias ou mais sem novos casos da Covid-19.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA