Conecte conosco

ESPORTE

Brasil encerra Jogos Pan-Americanos no segundo lugar geral

Ao todo, foram conquistadas 171 medalhas, das quais 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze

Publicado

em

Metro1 – O Brasil encerrou a participação nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 no último domingo (11) e bateu o recorde de medalhas na competição ao ficar no segundo lugar geral. Ao todo, foram conquistadas 171 medalhas, das quais 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze. O time brasileiro ficou atrás apenas dos Estados Unidos, que teve 120 ouros, 88 pratas e 85 bronzes (293 medalhas).

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) não tinha colocado uma meta em número de medalhas ou de pódios, nem posição no quadro. Para a entidade que comanda o esporte no país, era fundamental ampliar a conquista de vagas olímpicas e a melhora do desempenho da maioria dos esporte com relação a Toronto 2015.

O país garantiu, pelo Pan, um lugar na Olimpíada no handebol, hipismo, tiro com arco, tênis de mesa, tênis, pentatlo e vela, mas acabou sucumbindo no handebol masculino e no tiro esportivo.

ESPORTE

Com apoio do clube, torcida faz camisa LGBT para o Bahia

“A ideia é colocar a camisa para vender na loja, mas ainda não temos tudo certo”, garantiu Onã Rudá

Publicado

em

Metro1 – A Torcida LGBTricolor lançou ontem (9), pelas redes sociais, uma camisa que traz as cores do arco-íris, símbolo da diversidade sexual. 

De acordo com o representante LGBTricolor, Onã Rudá, a iniciativa tem apoio do clube tricolor. “A ideia é colocar a camisa para vender na loja, mas ainda não temos tudo certo”, garantiu Rudá. 

Continuar Lendo

ESPORTE

Rússia é banida por doping e está fora de Tóquio 2020 e de mundiais

País foi punido por quatro anos pela Wada por falsificação de dados

Publicado

em

Bahia.ba – A Agência Mundial Antidoping (Wada) excluiu a Rússia das principais competições esportivas mundiais nos próximos quatro anos por ter fraudado exames antidoping. De acordo com decisão unânime do comitê executivo da agência, anunciada na manhã de segunda (9), em Lausanne (Suiça), a Rússia ficará fora da Olimpíada de Tóquio (Japão), em 2020, e dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pequim (China), em 2022. Quanto à Copa do Mundo de Futebol Masculino, no Catar, em 2022, a FIFA ainda não confirmou se o veto da Wada se estenderá à participação da Rússia no Mundial.

De acordo com a Wada, a Rússia cometeu uma série de violações como manipulação de dados laboratoriais sem autorização, a inclusão de mostras falsas nos testes, e a destruição de arquivos conclusivos a possíveis casos de dopagem. A decisão da Wada também impede que o país organize competições em seu território nos próximos quatro anos, com exceção da Eurocopa 2020: a cidade de São Petersburgo está mantida com uma das 12 sedes.

A Rússia ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) nos próximos 21 dias. Os atletas do país que não estão envolvidos nos casos de doping poderão competir sob bandeira neutra.

Considerada uma das maiores potências no esporte olímpico, a Rússia mergulhou em escândalos envolvendo casos de doping em 2015, quando a Wada concluiu um relatório de 323 páginas que identificava um sistema de dopagem envolvendo atletas, técnicos, dirigentes da federação russa, oficiais de controle antidoping, integrantes do governo russo e membros da Federação Internacional de Atletismo (IAFF). Em 2016, o Comitê Olímpico Internacional (COI) excluiu o país da Rio 2016 e dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, mas delegou às federações nacionais a decisão de executar a suspensão. Foi o caso da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf), cujo conselho baniu os atletas russos de participarem dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Continuar Lendo

ESPORTE

Bahia fica de fora da Copa Libertadores

O tricolor, porém, está garantido pelo menos na Copa Sul-Americana 2020

Publicado

em

Metro1 – O Bahia não tem mais chances de alcançar a participação na Copa Libertadores de 2020. As chances do esquadrão foram sepultadas após a vitória do Corinthians contra o Ceará, ontem (4). 

O triunfo levou o time paulista a 56 pontos, inalcançável para o Bahia, que tem 48 e pode chegar no máximo a 54 nos dois jogos restantes pelo Brasileirão. O Internacional, que caiu para 8º lugar, também tem 54 pontos, porém com 15 vitórias; o tricolor tem 12 e por isso não alcança mais o colorado.

O tricolor, porém, está garantido pelo menos na Copa Sul-Americana 2020. Segundo o Correio, isso aconteceu graças ao triunfo de 2×0 do Atlético Mineiro sobre o Botafogo.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA