Conecte conosco

MUNDO

Biden pede que governador de Nova York renuncie após investigação concluir que ele assediou mulheres

Publicado

em

O presidente dos EUA, Joe Biden, pediu nesta terça-feira (3) ao governador de Nova York, Andrew Cuomo, que renuncie depois que uma investigação independente descobriu que ele assediou sexualmente várias mulheres.

Uma investigação de cinco meses concluiu nesta terça-feira (3) que o governador de Nova York, Andrew Cuomo, assediou sexualmente mulheres e violou leis federais e estaduais, criando um “ambiente de medo” no local de trabalho.

A investigação independente, conduzida pelos advogados Joon H. Kim e Anne L. Clark, nomeados pela procuradora-geral de Nova York, a democrata Letitia James, começou em março após duas ex-assessoras acusarem Cuomo, que está no cargo desde 2011, de assediá-las e entrevistou 178 pessoas, e determinou que as ações de Cuomo em relação a 11 mulheres, muitas das quais funcionárias do governo estadual, violaram várias leis estaduais e federais.

“O que essa investigação revelou foi um padrão de conduta perturbador do governador do grande estado de Nova York […]. Essas 11 mulheres estavam em um ambiente de trabalho hostil e tóxico”, afirmou Letitia James, citada pela agência Reuters.

Governador responde

Logo após a publicação das descobertas dos investigadores independentes, o governador democrata alegou nunca ter tocado em ninguém de forma inadequada.

“Quero que saibam diretamente por mim que nunca toquei em ninguém de forma inadequada ou fiz avanços sexuais inadequados […]. Tenho 63 anos. Vivi toda a minha vida adulta em público. Isso não é quem eu sou e nunca fui”, afirmou Cuomo em um discurso transmitido na televisão.

O governador de Nova York também revelou que seu advogado “deu uma resposta a cada alegação e os fatos são muito diferentes do que foi retratado”.

A secretária de Imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou: “Não sei se alguém poderia ter assistido esta manhã [às declarações de James] e não ter achado as alegações abomináveis. Eu sei que eu achei”.

Durante uma coletiva de imprensa, o presidente Joe Biden disse que achava que Cuomo deveria renunciar.

Outros democratas pedem a renúncia

A presidente da Câmara dos EUA, a democrata Nancy Pelosi, pediu ao governador de Nova York que renunciasse.

“Reconhecendo seu amor por Nova York e o respeito pelo cargo que ocupa, peço ao governador que renuncie”, disse Pelosi em comunicado.

O líder da maioria no Senado norte-americano, Chuck Schumer, e a senadora Kirsten Gillibrand, ambos democratas e representantes de Nova York, também divulgaram uma declaração pedindo a Cuomo para renunciar, acrescentando que o povo de Nova York merece uma liderança melhor e nenhum funcionário eleito está acima da lei.

Com informações do Sputinik News.

MUNDO

‘São mentiras’, diz ex-presidente afegão sobre supostamente ter fugido com milhões de dólares

Publicado

em

Ashram Ghani, ex-presidente do Afeganistão, que se refugiou nos Emirados Árabes Unidos, negou ter roubado US$ 169 milhões (aproximadamente R$ 892 milhões) do tesouro nacional de seu país.

Nesta quarta-feira (18), o ex-presidente fez um discurso ao público, durante o qual rejeitou veementemente que saiu com US$ 169 milhões (aproximadamente R$ 892 milhões).

Além disso, ele declarou que pretende retornar ao Afeganistão em um futuro próximo, a fim de oferecer “justiça” a todos os cidadãos afegãos.

“Estou em consulta com outros até que eu volte para que possa continuar meus esforços por justiça para os afegãos”, referiu o ex-presidente, reiterando que ele escolheu deixar seus compatriotas a fim de evitar mais derramamento de sangue e evitar um “enorme desastre”, depois que o Talibã (organização terrorista, proibida na Rússia e em vários outros países), durante o fim de semana, quebrou a promessa de não entrar em Cabul.

“Espero que nos próximos dias consigamos superar isto, e que o Afeganistão experimente paz e estabilidade.”

Na quarta-feira (18) Muhammad Zahir Agbar, embaixador do Afeganistão no Tajiquistão, afirmou que Ashram Ghani deixou seu país com S$ 169 milhões (R$ 892 milhões) do tesouro nacional, e que se dirigiu à Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol, na sigla em inglês) para solicitar a detenção do ex-presidente.

Também nesta quarta-feira (18) foi relatado que Ghani se refugiou nos Emirados Árabes Unidos, onde, segundo a agência iraniana YJC, esteve em hospital, em condições deteriorantes.

Com informações do Sputinik News.

Continuar Lendo

CURIOSIDADE

GRETA A VIAJANTE DO TEMPO: CONHEÇA A CURIOSA TEORIA CONSPIRATÓRIA SOBRE A PEQUENA ATIVISTA AMBIENTAL

A teoria surgiu com base em uma fotografia tirada em 1898. Internautas criaram a suposição de que a ativista, na verdade, não é da nossa época

Publicado

em

Fotografia da garota canadense e da jovem Greta Thunberg - Biblioteca da Universidade de Washington/ Getty Images

Aventura na História – Em agosto de 2018, das janelas do Parlamento Sueco, políticos do país acompanhavam o movimento de um pequeno protesto. Confiante, uma menina de tranças exigia que os parlamentares criassem medidas para reduzir as mudanças climáticas.

Aos 15 anos, a adolescente faltava nas aulas da escola de propósito, para conseguir protestar, a fim de chamar atenção dos políticos suecos. Com o olhar de quem não desistiria de seus objetivos, Greta Thunberg logo tornou-se uma jovem liderança.

Não demorou até que outros estudantes tomassem a garota como exemplo, criando cada vez mais movimentos e manifestações em prol do meio ambiente. Greta, então, tornou-se uma personalidade conhecida, elogiada e criticada no mundo todo.

Greta em ‘greve climática’ próxima a Casa Branca, em 2019 / Crédito: Getty Images

Com a fama, também surgiram diversos boatos sobre a vida da menina, bem como teorias da conspiração acerca de quem ela é. A mais curiosa delas diz respeito a uma foto descoberta em novembro de 2019, que apresenta uma suposta sósia da ativista.

Cenário antigo

Composta por árvores altas, uma densa floresta ocupa o fundo da fotografia em preto e branco. Mais a frente, galhos secos formam uma paisagem ríspida, que também passa a sensação de um clima frio, confirmado pela vestimenta das pessoas na imagem.

Em primeiro plano, três crianças olham para a câmera enquanto trabalham em uma mina de ouro. Suas roupas retratam tanto a época em que a foto foi tirada, em meados de 1898, quanto o local da exploração, a região de Yukon, no Canadá.

Entre os três jovens, uma menina em especial chama atenção. Com tranças longas e bem penteadas, um vestido simples e uma touca na cabeça, a garota se parece — e muito — com Greta Thunberg. Seria a ativista, então… uma viajante do tempo?

Fotografia das crianças / Crédito: Biblioteca da Universidade de Washington

Imagens do passado

Tirada há 123 anos, a fotografia chamou atenção de internautas no mundo todo. Inicialmente, ela foi encontrada no acervo online da Biblioteca da Universidade de Washington, mas acabou sendo disseminada em diversas redes sociais.

No Twitter, por exemplo, usuários da plataforma passaram a imaginar motivos do porque a garota canadense se parecia tanto com a ativista sueca. Foi assim que surgiu a teoria conspiratória de que Greta Thunberg teria viajado no tempo.

Comparando as imagens das meninas, que têm até mesmo um penteado parecido, a teoria sugere que, tendo vivido no final do século 19, Greta decidiu visitar a nossa época para salvar a humanidade, lutando pelo planeta e pelo meio ambiente.

Fotografia de Greta Thunberg / Crédito: Divulgação/ Flickr

Uma jovem ativista

Acontece que, filha de Malena Ernman, uma cantora de ópera, e do ator Svante ThunbergGreta nasceu em 3 de janeiro de 2003, em Estocolmo, na Suécia — em uma época e região absolutamente diferentes, é claro, das da menina na fotografia.

Diagnosticada com síndrome de Asperger, transtorno obsessivo-compulsivo, TDAH e mutismo seletivo, segundo ela própria narrou em seu TED Talks, Greta Thunberg cresceu ligada ao ativismo ambiental. Desde pequena, por exemplo, ela já fazia questão de reduzir sua pegada de carbono e adotar um estilo de vida sustentável.

Hoje em dia, a jovem é vegetariana e luta tanto pelos direitos dos animais, quanto pela redução das mudanças climáticas. Aos 18 anos, ela já foi eleita a Pessoa do Ano pela Time, além de uma das 100 Mulheres Mais Poderosas do Mundo pela Forbes, ambos em 2019. A jovem ainda foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz duas vezes, em 2019 e 2020.

Continuar Lendo

MUNDO

Aviões com ajuda humanitária da Rússia aterrissam em Cuba

Publicado

em

avião com ajuda humanitária chega a cuba

Agência Sputnik – Os dois primeiros aviões com ajuda humanitária russa chegaram a Cuba, informou correspondente da Sputnik do Aeroporto Internacional José Martí.

“Dois aviões russos pousaram no aeroporto. Eles estão sendo descarregados na pista”, afirmou correspondente.

Anteriormente, o Ministério das Ralações Exteriores de Cuba confirmou a primeira entrega de ajuda russa no Twitter.

Betsy Díaz Velázquez, ministra do Comércio Interno, e Ana Teresita González Fraga, primeira vice-ministra do MINCEX (Ministério do Comércio Externo e do Investimento Estrangeiro), recebem o primeiro de dois voos provenientes da Rússia com ajuda humanitária para enfrentar a COVID-19.

Dois aviões com mais de 88 toneladas de ajuda humanitária russa chegaram a Cuba, informou um correspondente da Sputnik do Aeroporto Internacional José Martí. A ajuda, que inclui mais de 1 milhão de máscaras médicas, está agora sendo descarregada na pista.

No sábado (24), dois aviões militares de transporte russos foram enviados a Cuba para entregar alimentos e equipamentos de proteção pessoal.

As dificuldades econômicas foram desencadeadas pelo contínuo bloqueio dos EUA a Cuba. De acordo com o governo cubano, o lançamento da vacina do país foi adiado porque as sanções dos EUA impediram a importação de matérias-primas.

Até mesmo agora, enquanto os casos de COVID-19 começam a atingir os níveis mais altos desde o início da pandemia, Biden não fez qualquer tentativa para levantar as restrições econômicas.

De acordo com Havana, o bloqueio econômico, financeiro e comercial dos EUA causou ao país perdas econômicas estimadas em mais de US$ 144 bilhões (R$ 748,5 bilhões).

https://t.me/sputniknewsint/10740

Continuar Lendo

MUNDO

Rússia e China apresentam plano para criar Estação Científica Internacional na Lua até 2035

Publicado

em

Nesta quarta-feira (16), as delegações da Rússia e da China apresentaram uma estratégia para criar uma Estação Científica Internacional na Lua até 2035.

A estação vai ser construída em três estágios. Durante o primeiro, de 2026 a 2030, os dois países vão iniciar as operações conjuntas, obter amostras da superfície lunar e testar as tecnologias do centro de comando da estação.

Depois disso, os países vão implantar sistemas responsáveis pela energia, comunicação e entrega de equipamentos na órbita e na Lua. O segundo estágio ocorrerá de 2031 a 2035.

Rússia e China pretendem colocar a estação totalmente em serviço durante o terceiro estágio.

O vice-diretor da Administração Espacial Nacional da China (CNSA, na sigla em inglês), Wu Yanhua, afirmou que diversos países já expressaram interesse em participar do projeto.

“Alguns países, como a Tailândia, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos também demonstraram interesse em participar do programa”, afirmou Wu.

Com informações do Sputinik News.

Continuar Lendo

MUNDO

Presidente Emmanuel Macron leva tapa na cara durante visita à cidade francesa de Drôme

Publicado

em

Nesta terça-feira (8), o presidente da França, Emmanuel Macron, levou um tapa na cara de um homem durante visita à cidade de Drôme, no sudeste da França.

Em um vídeo divulgado no Twitter, é possível ver o momento em que um homem, vestindo camiseta verde, com óculos e máscara facial, grita “fora Macron!”, e logo em seguida, acerta um tapa na cara do presidente.

Os seguranças do presidente francês interviram rapidamente, colocando o homem no chão e afastando Macron do local.

Posteriormente, a comitiva do presidente confirmou que um homem havia acertado Macron com um tapa.

Depois do incidente, envolvendo o presidente francês durante visita a Drôme, duas pessoas foram detidas, segundo a Reuters.

Com informações do Sputnik News.

Continuar Lendo

MUNDO

Líderes da oposição em Israel afirmam ter chegado a acordo para derrubar Netanyahu

Publicado

em

Líderes da oposição em Israel afirmam ter chegado a acordo para derrubar Netanyahu

Os opositores do primeiro-ministro de Israel, anunciaram a conclusão de um acordo para formar uma nova coalizão governamental, abrindo o caminho para a expulsão de Benjamin Netanyahu como líder de Israel desde 2009, relata a agência norte-americana Associated Press (AP).

O anúncio dramático de Yair Lapid, centrista e líder da oposição, e Naftali Bennett, ultranacionalista e seu principal parceiro da coalizão, chegou momentos antes da meia-noite, e impediu que o país mergulhasse no que teria sido sua quinta eleição consecutiva em pouco mais de dois anos.

Em uma declaração no Twitter, Lapid disse que informou Reuven Rivlin, o presidente de Israel, sobre o acordo.

“Este governo trabalhará para todos os cidadãos de Israel, aqueles que votaram a favor e aqueles que não votaram. Ele fará de tudo para unir a sociedade israelense”, afirmou.

Likud, o partido liderado por Netanyahu, ganhou as últimas eleições legislativas de Israel em 23 de março de 2021, mas com uma pequena pluralidade de 24,2%.

Nesta quarta-feira (2) o Knesset, parlamento israelense, também elegeu Isaac Herzog, um político veterano e herdeiro de uma proeminente família israelense, como o próximo presidente de Israel. A presidência tem, em grande parte, um papel cerimonial, cujo objetivo é servir como bússola moral e unidade do país.

“Eu pretendo ser o presidente de todos. Devemos defender o status internacional de Israel e sua boa reputação na família das nações, combater o antisemitismo e o ódio a Israel, e preservar os pilares de nossa democracia”, declarou Herzog, após o fim da contagem dos votos.

Agência Sputnik

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA