Conecte conosco

Lavajato

Sítio de Atibaia: Justiça aponta contradições na sentença contra o ex-presidente Lula

Publicado

em

Agência SputnikO Ministério Público Federal (MPF) afirmou na segunda-feira que houve “omissões e contradições” na decisão sobre corrupção proferida pela juíza Gabriela Hardt contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informou a imprensa local.

“De acordo com o MPF, Lula foi denunciado por 10 crimes de corrupção passiva […] Mas em algumas partes da sentença houve menção da prática do crime de corrupção ativa por parte de Luiz Inácio Lula da Silva. No caso de mero erro material, o Ministério Público Federal requer que a contradição seja retificada, para que passe a constar o crime de corrupção passiva”, disse em um comunicado, segundo o jornal Correiro Brazilense.

A sentença da juíza Gabriela Hardt, de 6 de fevereiro, refere-se a alegadas propinas que o ex-presidente teria recebido de maneira disfarçada através da reforma em um sítio em Atibaia (SP).

Esta é a segunda condenação que pesa contra o líder da esquerda brasileira, que desde abril está preso após ser condenado em outra sentença a 12 anos e um mês de prisão, determinada pelo tribunal de apelação.

De acordo com a condenação mais recente, Lula recebeu subornos da construtora OAS e Odebrecht através da reforma e decoração do sítio, que ele frequentava com sua família nos fins de semana e em seu tempo livre, mas na verdade era propriedade de um amigo, Fernando Bittar.

Os promotores asseguraram que as empresas pagaram reformas de R$ 850 mil naquela propriedade. Em troca, o ex-presidente havia ajudado a manter os executivos da Petrobras no comando dos contratos fraudulentos de milhões de dólares da empresa com as construtoras.

Os advogados de Lula dizem que não há evidências ligando as reformas ao esquema corrupto da Petrobras, e que o ex-presidente é vítima de perseguição legal.


Lavajato

VÍDEO: assista a entrevista completa de Glenn Greenwald com o ex-presidente Lula

Publicado

em

assista a entrevista completa de Glenn Greenwald com o ex-presidente Lula

Continuar Lendo

Lavajato

LULA: DURMO TODO DIA COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA. MORO E O DALLAGNOL TENHO CERTEZA QUE NÃO

Publicado

em

LULA: DURMO TODO DIA COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA. O MORO E O DALLAGNOL TENHO CERTEZA QUE NÃO

Ex-presidente Lula, preso político na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, falou em entrevista concedida aos jornalistas Florestan Fernandes Jr. e Mônica Bergamo, o ex-presidente Lula diz que “não consegue imaginar os sonhos que teve para o Brasil” para agora ver a situação como está, sob o governo Bolsonaro; “Eu sonhei grande e passei a ser um presidente muito respeitado. Eu virei referência”, lembra Lula; ele afirma que está na prisão para provar sua inocência, mas que o que realmente o preocupa é o País e o povo brasileiro.

Assista:

Assista e compartilhe • Lula ao Vivo

LULA AO VIVO NO EL PAÍSAssista ao primeiro trecho da entrevista de Lula para os jornalistas Florestan Fernandes e Mônica Bergamo, divulgado pelo jornal EL PAÍS Brasil. Durante os próximos dias novos trechos da entrevista que durou cerca de duas horas devem ser divulgados. ______#Brasil • #RioGrandeDoSul • #SomosResistência • #Oposição • #PT • #LulaLivre • #LulaInspira • #FalaLula • #MoroCaboEleitoral • #FarsaJato • #CoragemQueFazAcontecer • #FazAcontecer • #DeputadoPimenta • #ePP

Publicado por Paulo Pimenta em Sexta-feira, 26 de abril de 2019

Continuar Lendo

Lavajato

Requião: Lula poderá ser solto dia 23

Publicado

em

Blog Do Esmael – Roberto Requião (MDB-PR) afirmou neste Sábado de Aleluia que o ex-presidente Lula poderá ser solto na próxima terça-feira, dia 23.

A Quinta Turma da corte examinará na semana que vem recursos da defesa do petista acerca do caso do triplex do Guarujá (SP). Trata-se de um agravo regimental – recurso que questiona uma decisão individual – em que a defesa do ex-presidente questiona o fato de o ministro Felix Fischer ter dado uma decisão monocrática em novembro de 2018 negando o recurso.

O ex-senador paranaense tem recebido informações de dirigentes petistas e de juristas sobre ‘um sinal [do STJ] que acena para a libertação do Lula no julgamento do dia 23″.

A casa de Requião, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, tem sido ponto de encontro obrigatório para aqueles que reivindicam a liberdade do ex-presidente Lula. Ir à capital do Paraná e não passar no endereço do emedebista é a mesma coisa de ir à Roma e não ver o Papa.

Para Requião, a prisão de Lula — que teve a censura para entrevistas levantada esta semana — não tem mais nenhum sentido. “A partir de agora, cada dia que o ex-presidente Lula continua preso é um ônus político a mais”, analisa.

Continuar Lendo
BANNER

AS MAIS LIDAS DA SEMANA