Conecte conosco

BAHIA

Associação Cultural e Desportiva é criada em homenagem a Binho do Quilombo

Publicado

em

Do Simões Filho online– Em homenagem ao líder Quilombola Flavio Gabriel Pacifico dos Santos, conhecido como “Binho do Quilombo”, que faleceu aos 36 em setembro de 2017, a comunidade de Pitanga de Palmares, localizada em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), criou a Associação Cultural Desportiva e Social Binho do Quilombo.

A Associação que tem sua sede situada na Rua Alice Simões, Pitanga de Palmares, foi idealizada por familiares de Binho e moradores do local. Nela, a Comunidade poderá dar continuidade as obras sociais que eram desenvolvidas pelo líder quilombola.

Na sede da Associação será desenvolvida atividades esportivas e culturais e terá um acervo de fotos e de todos os materiais esportivos de Binho, que era cantor do tradicional samba de viola, um incentivador do esporte na cidade e organizava diversos campeonatos de futebol na comunidade.

O local, também foi idealizado para ser um ponto de encontro onde os moradores poderão realizar reuniões, palestras e discussões sobre as necessidades da comunidade e será mais um espaço onde os visitantes de outros estados e países que frequentemente vão a comunidade, poderão contemplar todo acervo cultural produzido pelos quilombolas de Pitanga de Palmares, inclusive, a Dança de São Gonçalo, que é tradição da comunidade e já foi apresentada em diversos Estados do Brasil.

“Esta associação era algo que meu filho planejava, Binho sempre escrevia seus projetos para a comunidade em uma agenda e eles não vão ficar no papel. Vamos dar continuidade a tudo que ele deixou e lá todos poderão se informar sobre todo legado de Binho aqui na comunidade”, afirmou Bernadete Pacifico, mãe do líder quilombola.

Além da Associação, a comunidade de Pitanga de Palmares também já foi contemplada com a instalação de energia no povoado do Caipora, e será inaugurado em breve dois poços artesanais de água na comunidade, ações que foram solicitadas por Binho do Quilombo junto ao Governo do Estado antes de falecer.

Sobre Binho do Quilombo

Flavio Gabriel Pacifico dos Santos, o “Binho do Quilombo”, era casado e deixou três filhos. Era morador do distrito de Pitanga de Palmares, nasceu no dia 31 de dezembro de 1980, e filho de Maria Bernadete Pacífico, ex-secretária da Promoção da Igualdade Racial do município. Foi ex-assessor da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial de Simões Filho, (SMPIR), na gestão do ex-prefeito Eduardo Alencar. O trabalho que ele realizava era voltado por melhorias para sua comunidade onde ele se tornou líder.

O Líder Cidadão se destacou pela forma de participação que implementava na comunidade. Em geral, buscava sempre criar um nível de consciência crítica junto à população, para que ela cobrasse seus direitos, feito de forma coletiva, vendo os problemas, analisando e agindo. Binho sempre buscava alternativas e soluções, sempre participava, apoiava e contestava a maioria dos assuntos relacionados ao seu bairro e cidade, mesmo sem ter cargo ou função alguma.

Binho concorreu às eleições de 2012 e 2016 como candidato a vereador, neste último, teve 453 votos. Ele também era cantor do tradicional samba de viola e era um apaixonado por futebol.

O crime

Ele foi assassinado na manhã do dia 19 de setembro de 2017, ao ser atingido com pelo menos 10 disparos de arma de fogo, enquanto passava com seu carro em frente a Escola Municipal Nova Esperança. O caso continua sendo investigado pela 22ª Delegacia Territorial de Simões Filho.

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

ORLANDO DE AMADEU CHAMA EX-PREFEITOS EDSON E EDUARDO DE TICO E TECO

Publicado

em

Ao falar da vitória da deputada eleita Kátia Oliveira, o vereador e próximo presidente da casa legislativa do município – Orlando de Amadeu, chamou de “tico e teco” os ex-prefeitos Edson Almeida e Eduardo Alencar, eleito deputado estadual nas eleições de 2018.

Orlando de Amadeu disse falou que Kátia Oliveira derrotou os dois nas eleições deste ano.

Vereador Orlando de Amadeu também desafiou que seus colegas vereadores, que apoiaram o deputado eleito Eduardo Alencar fossem à tribuna para informar o endereço residencial do deputado eleito.

 

Continuar Lendo

Cidades

ASSASSINATO E TENTATIVA DE LINCHAMENTO MARCAM MANHÃ DESTA TERÇA-FEIRA EM EUCLIDES DA CUNHA

Publicado

em

Conhecido com Dilson, morador da localidade do Curral Falso, em Monte Santo, assassinou com múltiplas facadas no pescoço, Salviano, também morador da mesma localidade.

O motivo do crime ainda não foi desvendado pela polícia.

O que chamou a atenção foi a frieza do assassino que, após a barbárie, sentou em um banco próximo ao corpo, quando, por muito pouco, escapou de um linchamento por parte da população que assistiu ao crime praticado em plena luz do dia e aos pés da estátua daquele que empresta seu nome para a cidade – Euclides da Cunha – na Av Rui Barbosa, no centro da cidade.

A única informação até o momento, é que o assassino sofre de depressão.

Continuar Lendo

BAHIA

APOIO DE ACM NETO A BOLSONARO É INSULTO AOS MOVIMENTOS NEGROS  

Publicado

em

ACM Neto Apoia Bolsonaro

O assassinato de Moa do Katendê por um seguidor de Bolsonaro, revelou o avanço do fascismo no Brasil nos últimos quatro anos que se iniciou com a perseguição à única mulher eleita presidente do pais e que foi tirada do cargo por meio de um golpe parlamentar.

A escalada fascista continuou com a perseguição jurídica e midiática ao maior líder popular que o Brasil já teve, conduzida por juízes procuradores, promotores e gigantes da comunicação como a Globo, a Band RECORD e outros.

Uma vez no poder, os golpistas deram início a uma série de redução de direitos aos trabalhadores, redução de programas sociais, redução de investimentos em áreas prioritárias como saúde e educação.

O ódio às minorias, aos mais pobres, aos negros, aos índios, às mulheres, aos LGBTS+ e ao povo nordestino, avançou com as declarações do candidato Jair Bolsonaro, que agora é apoiado por ACM NETO.

Sendo a Bahia a maior comunidade negra fora da África, palco de grandes manifestações históricas da luta do povo negro por igualdade de direitos e respeito aos seus costumes, religião e cultura, o emblemático assassinato de Moa do Katendê, um negro que fez história com sua luta pela difusão e preservação da cultura negra no mundo, deve ser lembrado como mais um episódio de luta. Luta pela liberdade, pelo direito de escolha.

O prefeito ACM Neto, ao declarar apoio ao candidato Jair Bolsonaro, praticamente ratifica, mesmo dizendo que não, todo e qualquer declaração preconceituosa de Bolsonaro ao povo nordestino e às minorias.

ACM Neto deveria ser o primeiro a se posicionar contra, quando o seu, agora candidato a presidente, ofereceu capim aos nordestinos.

Quando o mesmo disse que pobre só serve para votar.

Quando ofendeu povos quilombolas ao se referir aos mesmo como se estivesse falando de animais.

ACM Neto deveria ser o primeiro a defender a comunidade LGBT+ que tantos votos lhe deu nas suas buscas por cargos eletivos.

ACM Neto, deveria lembrar que em época de eleição, é nos morros de Salvador que ele vai.

Vai nas favelas, vai nas sedes de blocos afros, bater tambor para ficar bem nas fotos para suas redes sociais.

ACM Neto deveria lembrar que aqui na Bahia existem os Filhos de Gandhy, o Olodum, O Ilê, o Vovô, o Pelô.

ACM Neto Deveria lembrar que aqui na Bahia, há comunidades indígenas que lutam a anos pela posse de suas terras, invadidas por milionários, amiguinhos do poder.

ACM Neto deveria lembrar do Quilombo Rio dos Macacos, comunidade tão humilhada por forças militares que na primeira oportunidade que tiverem, não exitaram em expulsar de suas precárias casas aquela comunidade que tanto clama pro ajuda.

É triste constatar que ACM Neto é tão pequeno em sua grandeza política.

É triste saber que para ACM Neto o povo baiano é meramente um obstáculo na busca pelo poder através do voto.

ACM Neto deve se lembrar, se é que um dia soube, que o fascismo não tolera oposição.

Não adiantará novamente, tentar aglutinar mais um grupo golpista para derrubar seu fascista de ocasião, pois caso o mesmo assuma o poder, estará ladeado por militares que não tolerarão gritos de meninos chorões e estarão prontos para dar o velho “passa-moleque” naqueles que se posicionarem contra qualquer medida imposta ao povo ou em defesa de qualquer minoria.

Com que cara ACM Neto irá à próxima Lavagem do Bonfim?

Por fim, só seria necessário dizer que o apoio de ACM Neto a Bolsonaro é uma ofensa à história do povo negro, na Bahia e no Brasil.

Se apoias um fascista, fascistas és.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Tudo é Política