Conecte conosco

ALBA

Presidente Nelson Leal empossa vereador Thiago Correia como deputado estadual

Solenidade, no gabinete da presidência da alba, foi bastante concorrida

Publicado

em

Thiago Correia

Em solenidade bastante concorrida, com a presença do presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Junior, e diversos deputados – federais e estaduais – o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Nelson Leal, empossou hoje (07.02) o vereador Thiago Correia como Deputado Estadual.  Correia era o primeiro suplente do deputado estadual Leo Prates, que se licenciou do mandato para assumir a titularidade da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, da Prefeitura de Salvador.

“A Assembleia Legislativa se engrandece com a chegada do deputado Thiago Correia, tanto pela sua capacidade de trabalho como pela sua postura conciliadora, sempre aberto ao diálogo e ao entendimento. Salvador perde um grande vereador, mas a Bahia conquista um grande deputado, que vem para somar”, disse o presidente Nelson Leal ao saudar o novo parlamentar.

Leal pediu também a contribuição de Correia para que a Assembleia Legislativa da Bahia seja mais produtiva e se aproxime cada vez mais dos baianos. “Tenho certeza que Thiago Correia trará para a ALBA a marca da produtividade que ele imprimiu na Câmara de Vereadores. Vamos criar o Colégio de Presidentes de Comissões, para impulsionar os trabalhos das comissões especiais e permanentes, e realizar o ALBA PELA BAHIA, levando o Legislativo para o interior e mais próximo da população”, explicou.

Por sua vez, o mais novo deputado estadual empossado retribuiu as boas-vindas expressadas pelo presidente Nelson Leal e garantiu que irá trabalhar para o engrandecimento da Bahia. “Estou emocionado e feliz. Minha esposa, Ana, está grávida do nosso terceiro filho e não pode vir à solenidade. E essa é uma das renúncias feita pelos homens públicos: abrir mão, muitas vezes, do convívio com a família. Estou pronto para trabalhar, para ajudar o presidente Nelson Leal e ajudar a transformar a Bahia em uma terra de mais desenvolvimento e inclusão social”, disse Thiago Correia.

PARECER JURÍDICO

A posse do vereador Thiago Correia como deputado estadual só ocorreu depois de parecer positivo do Procurador-Geral da Assembleia Legislativa, o jurista Graciliano Bomfim. “Acatamos o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que não se aplicam aos suplentes as mesmas regras dos titulares de mandato parlamentar. O suplente é um substituto eventual, que é o caso de Thiago Correia, que se licencia da Câmara para assumir nesta Assembleia, mas não de forma definitiva. A vaga definitiva só ocorre por morte, renúncia, ou perda do mandato por parte do titular”, explica procurador-geral Graciliano Bomfim.

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ALBA

SIMÕES FILHO: Dep Kátia Oliveira propõe criação da Semana do Idoso

Publicado

em

SIMÕES FILHO: Dep Kátia Oliveira propõe criação da Semana do Idoso

A deputada estadual e ex-vereadora de Simões Filho, Kátia Oliveira (PMDB) apresentou projeto na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), que cria a Semana Estadual de Valorização da Pessoa Idosa.

A informação foi divulgada através das redes sociais da deputada.

Leia abaixo a publicação completa:

https://www.facebook.com/katiaoliveiraba/videos/808223622907636/

A deputada Kátia Oliveira foi vereadora no município de Simões Filho, o qual tem como prefeito seu esposo Diógenes Tolentino.

Continuar Lendo

ALBA

SIMÕES FILHO: Dep Eduardo Alencar consegue aprovação para obra viária em Palmares

Publicado

em

SIMÕES FILHO: Dep Eduardo Alencar consegue aprovação para obra viária em Palmares

O deputa estadual e ex-prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar (PSD), publicou em suas redes sociais, no último dia 8 deste mês, o resultado da 23.190/2019, que solicita à concessionária Bahia Norte S/A a implantação de um retorno na BA 093, no bairro de Palmares, no município de Simões Filho.

De acordo com a publicação, retorno irá facilitar a mobilidade dos moradores e garantir uma maior segurança e conforto em seus deslocamentos.

A deputado foi eleito prefeito de Simões Filho por quatro vezes.

Leia abaixo a publicação completa:

INDICAÇÃO PARLAMENTAR – IMPLANTAÇÃO DO RETORNO NA BA – 093 – BAIRRO PALMARES, SIMÕES FILHO.Justificativa: A pedido da…

Publicado por Dep.Eduardo Alencar em Quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Continuar Lendo

ALBA

Itmov vence licitação para prestar novo serviço de transporte no CAB

Publicado

em

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE), a homologação da empresa vencedora da licitação para a contratação da empresa de transporte que vai realizar os deslocamentos dos servidores em serviço, lotados nos órgãos do Centro Administrativo da Bahia (CAB). A empresa Itmov do Brasil Serviço de Tecnologia Ltda foi a vencedora do certame com o menor lance válido. 

O projeto apresenta um modelo inovador de transporte para o CAB, trazendo para a administração pública uma concepção similar ao transporte de passageiro solicitado por aplicativo de celular, muito popular atualmente. Com a medida, o Governo estima uma economia anual de 30%, em comparação com o modelo atual, que utiliza frota própria do Estado.

A licitação foi realizada no dia 4 de dezembro, na modalidade Pregão Eletrônico. A empresa Itmov do Brasil ofereceu o menor valor por quilômetro R$ 3,08 por km (valor referência da licitação). Após publicar a homologada a licitação, o próximo passo é a assinatura do contrato. A expectativa é que o sistema de transporte comece a operar em até 180 dias.

Todos os servidores do CAB, que estiverem em serviço, vão se deslocar utilizando o serviço da Itmov do Brasil. Anteriormente, os deslocamentos eram feitos usando a frota própria do Estado, com veículos pertencentes aos órgãos públicos do CAB.

Batizado de Agenciamento de Transporte Terrestre, o novo modelo de transporte vai funcionar de duas formas. Uma das opções será o uso do por demanda, para fazer o transporte administrativo de passageiros, toda vez que solicitado por um servidor, lotado em um dos órgãos do CAB. A outra possibilidade será de forma continuada e programada, em roteiros diários. O serviço abrangerá deslocamentos entre Salvador e outras doze cidades da Região Metropolitana de Salvador.

O padrão para a contratação foi baseado no modelo utilizado pelo Ministério do Planejamento, além de ser similar ao adotado pela Secretaria de Gestão e Planejamento do Estado de Goiás e pela Câmara dos Deputados, no Distrito Federal.

Para atender a demanda dos 25 órgãos do CAB, a empresa vai disponibilizar uma frota em bom estado de conservação e funcionamento, comprovado através de vistoria. Os motoristas são comprovadamente capacitados para exercer a função, além de devidamente habilitados e identificados. O serviço funcionará 24 horas, sete dias por semana.

Aplicativo

Outra grande inovação será o sistema informatizado para controle e acompanhamento do transporte. A empresa vai disponibilizar um aplicativo de celular pelo qual os usuários farão as solicitações de descolamento, semelhante aos utilizados atualmente no mercado de transporte de passageiro. O aplicativo funcionará via Internet, com monitoramento por GPS (Sistema de Posicionamento Global), rastreando todos os deslocamentos, locais de partidas e chegadas, quilometragens percorridas e várias outras informações em tempo real.


O aplicativo também fornecerá para o Governo relatórios periódicos com dados estatísticos contendo informações como número de demandas, horários de maior solicitação, quantidade de quilômetros percorridos, principais locais de partidas e destinos. Os dados vão subsidiar decisões do Estado para otimizar o transporte e reduzir os custos.

Os usuários solicitarão os deslocamentos pelo aplicativo com antecedência mínima de 15 minutos, fornecendo todos os dados necessários. A ideia é ter um melhor planejamento sobre o transporte de servidores em serviço administrativo, para utilizar melhor os recursos do Estado, inclusive com o compartilhamento de veículos.

O Estado fará economia com os custos de aquisição e manutenção de veículos, combustível, licenciamento, salários, dentre outros. A operação do novo modelo de transporte será feita de forma gradativa pelos órgãos, sendo que o prazo máximo para adesão ao serviço será de 120 dias.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA