Conecte conosco

ESPORTE

Na despedida das pistas, Usain Bolt perde para Gatlin nos 100m rasos de Mundial

Publicado

em

A última prova individual de Usain Bolt no atletismo não correu como o esperado. Tricampeão olímpico na prova dos 100m rasos, o jamaicano foi superado por Justin Glatin. O americano cravou 9s92 e levou o ouro deixando Bolt e os torcedores do Estádio Olímpico de Londres boquiabertos.

Em segundo lugar ficou o também americano Christian Coleman, com o tempo de 9s94. Bolt ficou apenas com a terceira posição, com 9s95. O jamaicano buscava o seu quarto ouro no evento – ele venceu nos 100m em todas as edições do mundial desde 2009, menos em 2011 em Daegu, quando foi desclassificado por uma falsa largada.

– Não foi uma corrida perfeita, mas dei o meu melhor. Eu adoro vir aqui, em Londres, e sentir essa energia. Eu sabia que estava com problema na largada, mas tentei o máximo. É difícil prever o que vai acontecer no revezamento, mas espero estarmos prontos para vencer – disse Bolt ao canal Sportv.

Assim que terminou a disputa, a decepção ficou estampada no rosto. Mas, em seguida, o jamaicano não abriu mão de seu estilo carismático. Ele abriu um sorriso quando Gatlin, mesmo após vencer, curvou-se em uma reverência diante do tricampeão olímpico. Bolt cumprimentou os adversários e também deu a volta olímpica saudando o público em Londres, antes de abraçar seus pais.

O ídolo do atletismo ainda vai competir no revezamento 4x100m em Londres, na semana que vem, antes de largar de vez as pistas. Quando completar 31 anos, no próximo dia 21 de agosto, o jamaicano já estará definitivamente aposentado.

Continuar Lendo
Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ESPORTE

Ex-atacante do Corinthians processa apresentadora Renata Fan por compará-lo a um ladrão

Publicado

em

Do SRzd – O ex-jogador do Corinthians e da seleção brasileira Jô,  move na Justiça um processo contra a apresentadora Renata Fan, da Rede Bandeirantes. A indenização pedida pelo atleta é de R$ 100 mil por danos morais.

A polêmica teve início após um comentário feito ao vivo pela apresentadora no dia seguinte da partida em que o atacante marcou um gol com o braço na vitória do atual campeão brasileiro diante do Vasco, em São Paulo. A partida foi realizada no dia 17 de setembro.

“Eu pergunto para você, Denilson: ‘Você roubou o meu anel?’. Você vai falar: ‘Renata, claro que não’. Aí uma câmera na minha casa mostra que você roubou. Aí eu falo assim: ‘Não, Denílson, mas a câmera da minha casa mostra você pegando meu anel’. Aí você fala: ‘Ah, é mesmo, roubei’”. Então, o que a gente está falando é de ter iniciativa, de falar a verdade sempre, não porque os outros estão pressionando”, declarou Renata Fan no programa Jogo Aberto.

O jogador, que atualmente defende o Nagoya Grampus no futebol japonês, acusa a apresentadora de ter lhe comparado com um ladrão.

Continuar Lendo

BAHIA

VERGONHA SE REPETE E 1º BAVI DE 2018 ENCERRA-SE APÓS NOVE EXPULSÕES

Publicado

em

Do Página Simões Filho – No primeiro clássico DE 2018,  a equipe do Vitória recebeu, no Barradão, neste domingo (18) a equipe do Bahia pela sexta rodada do Campeonato Baiano.

Esperava-se um espetáculo, mas o que se viu foi muita violência. Jogadores das duas equipes foram expulsos após iniciarem uma briga no campo.

O placar contava 1 a 0 para o vitória, mas o empate veio logo no início do segundo tempo. Uillian Correia colocou a mão na bola dentro da área. O pênalti foi cobrado e convertido em gol por Vinícius, que na comemoração dançou e provocou a torcida do Vitória.

Fernando Miguel, goleiro do Vitória, não gostou da provocação e partiu para tirar satisfação com o jogador quando se desencadeou uma confusão generalizada com socos, empurrões e xingamentos entre vários jogadores das duas equipes, além de invasão de campo por jogadores que estavam nos bancos de reservas.

Ainda com os ânimos acirrados, a árbitro Jaílson Macedo Freitas, começou a distribuir cartões vermelhos e amarelos para vários jogadores, tanto do Bahia quanto do Vitória.

Os jogadores titulares do Vitória expulsos foram: o zagueiro Kanu, o meia-atacante Rhayner e o atacante Denílson.

No lado do Bahia, foram expulsos Rodrigo Becão e Edson, que estavam no banco de reservas.

Os titulares Vinícius e Lucas Fonseca também levaram dois cartões vermelhos.

Na volta do jogo, Uillian Correia levou o segundo amarelo e foi expulso após falta no campo de defesa.

Há a suspeita de que jogadores do Vitória teriam recebido orientação do treinador Vagner Mancini para provocar a expulsões.

Antes da cobrança da falta marcada, o zagueiro Bruno Bispo, que também estava amarelado, recebeu um segundo cartão e também foi expulso, o que impossibilitou a continuidade da partida por número insuficiente de jogadores no time do Vitória. Acredita-se que o jogador tenha provocado o recebimento do cartão.

Com o encerramento a partida, a classificação parcial ainda está indefinida e só será decidida pelos tribunais. Segundo o regulamento geral de competições da CBF, o Bahia deve ser declarado como vencedor, pelo placar de 3 a 0.

VIOLÊNCIA SE REPETE

A confusão de hoje, lembra a do dia 30 de abril de 2017, em um clássico com torcida única na Arena Fonte Nova em que vários jogadores dos dois times se esbofetearam, se agrediram após

provocações. Assista:

Continuar Lendo

ESPORTE

VITÓRIA EMPATA COM O GRÊMIO E SE DISTANCIA DO Z4

Publicado

em

Foto: Rodrigo Rodrigues/Gremio FBPA

Do Terceiro tempo – O Grêmio vai ter que esperar um pouco mais para confirmar vaga direta à fase de grupos da Libertadores de 2018 via Campeonato Brasileiro. Neste domingo (12) o Tricolor saiu atrás e buscou o empate contra o Vitória, em Caxias do Sul, em jogo válido pela 34ª rodada: 1 a 1. A partida marcou a volta de Lucas Barrios, ausente desde 25 de outubro.

O resultado do Grêmio faz o Corinthians sorrir. Com 10 pontos a mais, o Timão pode ser campeão na próxima quarta-feira. Para isso, basta vencer o Fluminense em São Paulo. No mesmo dia, o Tricolor recebe o São Paulo. A diferença é que a partida em Porto Alegre começa às 19h30 (Brasília) e o duelo em Itaquera inicia às 21h45min.

Os gols em Caxias do Sul foram de Patric e Fernandinho em um intervalo de dois minutos. No segundo tempo, Fillipe Souto foi expulso e transformou o jogo em ataque contra defesa. Com o Grêmio correndo para virar o placar e chegar perto de sua conta.

A projeção do Grêmio é conquistar 63 para assegurar seu lugar na Libertadores do ano que vem. Mas as contas indicam que com 60 pontos já é certa a vaga. O empate no Alfredo Jaconi deixa o Tricolor com 58 pontos. Ou seja, ainda sem o carimbo de classificado. Já o Vitória chega aos 39 pontos e ainda continua correndo do fantasma do rebaixamento.

 

O jogo em Caxias foi bom. Aberto, corrido. Com lances bonitos e boas chances para ambos os lados. Na metade do segundo tempo, o Grêmio empilhou atacantes para aproveitar o homem a mais e buscar a virada. Não surtiu efeito.

Fernando Miguel sente a coxa, mas salva o Vitória

O goleiro do Vitória foi protagonista. Com boas defesas nos dois tempos, mas também com um desconforto muscular que rendeu minutos de pausa em meio à pressão do Grêmio. Na etapa final, Fernando Miguel chegou a enfileirar três intervenções importantes em sequência.

Fernandinho faz gol e termina jogo como lateral

camisa 21 foi um dos personagens da tarde em Caxias do Sul. Pelo gol marcado de cabeça, mas também pelas mudanças no posicionamento ao longo do jogo. Do começo pela esquerda a uma passagem pela direita e depois um recuo drástico. Nos últimos 25 minutos, Fernandinho passou a ser lateral esquerdo. A troca foi pouco depois do Vitória ter um jogador expulso.

Grêmio se atira para frente de forma inédita

O Grêmio propôs o jogo, teve domínio, mas encontrou dificuldades para criar chances de gol. Diante dos problemas, acumulou passes laterais. Foi vazado quando protagonizou uma série de erros. De Jailson, Fernandinho e Leonardo. O trio falhou e foi gerando brecha para o Vitória progredir e marcar. O mesmo flanco acabou sendo decisivo para o empate. A jogada que terminou com o cabeceio de Fernandinho começou com disparada de Leonardo.

No segundo tempo o Grêmio se jogou todo para frente. E como nunca se viu no ano. Com um a mais depois da expulsão de Fillipe Souto, o Tricolor botou atacantes para furar o bloqueio do Vitória. Quando o time de Renato achou espaço, parou nas mãos de Fernando Miguel. O volume aumentou com Everton e Jael.

Vitória joga bem até a expulsão…

Bola no chão, velocidade. O Vitória não foi o típico desesperado contra o rebaixamento. Bem fechado atrás, o time baiano se organizou e tentou propor quando pôde. Saiu na frente, mas pecou ao não conter a investida quase imediata após o gol de Patric. Antes do intervalo teve pelo menos mais duas chances para marcar.

A atuação do Vitória seguiu igual até os 12 minutos do segundo tempo. Foi quando Fillipe Souto recebeu o segundo amarelo, foi expulso e o time visitante começou a sofrer.

Renato surpreende na escalação e nas trocas

Renato escalou Leonardo, Jailson e Barrios. Todas decisões surpreendentes. A conjectura da semana indicava Bressan como o improvisado na lateral. Também projetava Michel ao lado de Arthur e Barrios apenas no banco, para uma volta progressiva. Com a bola rolando, o técnico orientou uma troca inédita. Ramiro por Fernandinho, da direita para esquerda. Foi em uma dessas trocas que o gol do Grêmio saiu.

 

As surpresas não pararam por aí. No decorrer da etapa final, Renato deixou o conservadorismo de lado e botou Everton no lugar de Leonardo. Fernandinho foi recuado para lateral esquerda. E depois, Jael foi colocado em campo na vaga de Jailson. O Grêmio terminou o jogo com cinco jogadores no ataque.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Tudo é Política