Conecte conosco

Lavajato

MARCELO TEM CERTEZA QUE LULA SABIA: Porque falou com o pai, que falou ao Lula, que falou a Antonio Palocci, que falou com ele

Publicado

em

TIJOLAÇO – Só na mente obnubilada pelos “olhos brilhantes” da turma de Curitiba podem fazer sentido as acusações do delator Marcelo Odebrecht, ontem, a Sergio Moro sobre o terreno que “foi doado, mas não foi doado” ao Instituto Lula e o apartamento que “foi comprado, mas é alugado” ao lado daquele em que vive, há mais de 20 anos, o ex-presidente.

Marcelo diz, segundo ao UOL, que queria “fazer uma doação desse valor ao Instituto Lula, mas o ex-presidente seria contra isso. Com isso, segundo o empresário, houve pedidos que “tinham que ser feitos de modo não contabilizado”…

Repare: Lula não estava mais na Presidência, não havia impedimento legal para doação ao Instituto Lula, seja de que valor fosse, o dinheiro estaria limpo e legal para comprarem o que quisessem mas os “malvados” queriam mesmo é na base da corrupção…

Ah, mas eles queriam o terreno. Queriam? Se Marcelo, o acusador, diz que “Lula acabou aceitando” e que não sabe se ele “bateu o martelo”?

Como, se tudo o que foi dito que tinha de ser exatamente aquele o imóvel, mesmo com a recomendação contrária do avaliador (que também depôs 0ntem, quase tudo na base do “eu imagino”, “eu desconfio”, “eu não estava presente” e “soube pela denúncia” ) teriam insistido que fosse aquele?

Ah, e como Marcelo tem certeza que Lula estava a par de tudo? Porque  falou com o pai, que falou ao Lula, que falou a Antonio Palocci, que falou com ele.

Bom, o pai não falou isso, mas alguém acha que não falará, em troca do filho ser solto, em dezembro? E tudo o mais é “falou com ele, falou com aquele”.

Novamente, não há nenhum fato ou documento que sustente a acusação, senão que alguém, na Odebrecht ou fora dela, pensou em fazer um negócio envolvendo o terreno, mas não que Lula tivesse ciência ou participado disso. E é evidente que não houve este negócio. Muito menos há qualquer ligação com o caso Petrobras que justificasse o “caso” (se é que há um caso” estivesse com Sérgio Moro, como ressalta a nota da defesa de Lula, que reproduzo abaixo.

Sobressai do depoimento prestado hoje (04/08) por Marcelo Odebrecht que não há qualquer relação entre os temas discutidos na Ação Penal n. 50631301172016404-70000 e a Petrobras e, ainda, que o ex-executivo não

tratou de qualquer contrapartida com o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Marcelo, que é delator, negou peremptoriamente qualquer atuação em relação aos 8 contratos indicados na denúncia e ainda que tenha tratado de qualquer contrapartida em relação a esses contratos em favor de Lula.

Com esse depoimento Marcelo destrói a acusação apresentada pelo Ministério Público Federal. Lula foi acusado nesse processo porque segundo a versão do MPF ele teria recebido 2 imóveis em contrapartida por ter atendido a pedido de favorecimento de Marcelo Odebrecht em relação a esses 8 contratos firmados pela Petrobras.

 

O depoimento de Paulo Melo mostrou as fragilidades das declarações de Marcelo Odebrecht em relação a Lula e ao Instituto Lula.

A verdade é que Lula jamais recebeu a propriedade ou a posse de qualquer dos imóveis indicados pelo MPF, muito menos em contrapartida de qualquer atuação em contratos firmados pela Petrobras.

Mais uma vez registramos no início da audiência o cerceamento de defesa imposto ao ex-Presidente Lula. O MPF está tendo acesso a documentos que são negados à defesa de Lula. Por isso impetramos também hoje habeas corpus perante o Tribunal Regional Federal da 4a. Região objetivando reverter essa ilegalidade.

Cristiano Zanin Martins

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

BRASIL

VÍDEO: irmão de caseiro do sítio de Atibaia disse que mulher e filho foram levados pela PF para falar de Lula sem mandado

Publicado

em

Continuar Lendo

Lavajato

SÍTIO DE ATIBAIA: LULA É CONDENADO A 12 ANOS

Sequestrado em Curitiba, Lula é novamente condenado a 12 anos de prisão.

Publicado

em

LULA

A juíza federal da Lava Jato impôs nova sentença ao ex-presidente, por supostas propinas das empreiteiras Odebrecht, OAS e Schahin correspondentes às reformas de R$ 1 milhão no imóvel localizado em Atibaia, interior de São Paulo.

Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril do ano passado, cumprindo pena de 12 anos e um mês na ação do triplex do Guarujá.

Continuar Lendo

Lavajato

LULA PRESTA DEPOIMENTO SOBRE SÍTIO DE ATIBAIA À JUIZA GABRIELA HARDT

Publicado

em

lula-depoe-à-juiza-Gabriela-Hardt

Preso político há sete meses, Lula prestou depoimento à juíza substituta da Lava Jato, Gabriela Hardt, nesta quarta-feira(14), sobre o caso do sítio de Atibaia.

A magistrada Gabriela Hardt substitui o amigo juiz-ministro Sérgio Moro na 13ª Vara Federal de Curitiba, que entrou em férias antes de assumir um ministério no governo que ajudou a eleger.

Assista aos vídeos:

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Tudo é Política