Conecte conosco

BAHIA

Jovem de 19 anos comete suicídio após ser impedida de ir ao show de Wesley Safadão

Publicado

em

RECÔNCAVO NEWS – A jovem Nethiany Pinho (19 anos) era conhecida por ser uma jovem alegre, humilde e educada, todavia a mesma tomou uma decisão que marcaria radicalmente a vida de pais e amigos. Na noite desta terça-feira (01), a jovem que havia entrado em processo depressivo há dias (fato ignorado por pessoas próximas), tomou a decisão de tirar sua própria vida, após não se fazer presente no show de Wesley Safadão, fato este que acabou contribuindo para o ocorrido.

O cantor se apresentou no dia 31 (aniversário da cidade de Caxias-MA). O motivo fútil que levou a jovem a cometer o enforcamento, pegou até mesmo os parentes de surpresa, mesmo assim, enquanto alguns parentes próximos evitam falar sobre o caso, outros confirmam que após ver seus amigos irem ao show e não podendo ir, o quadro de depressão se agravou. Em relatos, amigos da jovem afirmaram não terem notado nenhuma diferença no comportamento de Nethiany. A jovem que se lamentava por não ter uma roupa nova para ir ao show acabou ceifando seus próprios sonhos após tomar a errônea atitude.



Nas redes sociais de Nethiany, muitos amigos e familiares comentam desolados sem entender ainda o que se passava pela cabeça da jovem nos momentos anteriores à sua morte. A família da jovem segue negando que o fato teria motivado o suicídio, se resguardando a dizer somente que Nethiany já apresentava sinais de depressão mesmo os parentes e amigos não tendo detectado o quadro a tempo. Este é o 4º caso de suicídio registrado em Caxias nos últimos 30 dias, fato este que tem alarmado a sociedade local e colocando em xeque o maior mal do século XXI, a depressão. Fonte: Blog A Cidade de Verdade.

Continuar Lendo
Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BAHIA

OTTO NÃO IRÁ COORDENAR A CAMPANHA DE RUI COSTA

Publicado

em

O Social-democrata, afirmou, em entrevista coletiva durante a sessão especial convocada pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) em homenagem ao ex-presidente Lula, que não vai se afastar do Senado para coordenar a campanha política do governador Rui Costa à reeleição.

Otto informou que que deverá ser indicado líder do bloco PSD-PP e terá que aceitar o convite. “Eles estão me pressionando, porque não aceitei de outra vez que me convidaram”, declarou.

Otto disse ainda que o PSD só definirá quem indicará para a chapa majoritária de Rui após o vice-governador João Leão (PP) anunciar qual vaga quer ocupar no grupo.

Continuar Lendo

BAHIA

EXCLUSIVO: EX-VEREADOR JOEL CERQUEiRA SAI DO PT E VAI PARA O PSD E SERÁ NOMEADO NA ALBA

Publicado

em

A movimentação das peças para as eleições de 2020 já começaram.

O efeito desencadeado pelo choro e a decisão do prefeito da capital Baiana, ACM Neto, de não ser mais o líder do bloco de oposição ao governo do Estado, está sendo devastador em vários municípios da Bahia. Com a atitude de  Neto, os adversários de seus aliados já começaram a montar estratégias para visando as próximas eleições municipais.

As eleições deste ano nem sequer iniciaram suas campanhas, e as articulações visando as eleições de 2020 já começaram a produzir acomodações importantes para a futura disputa nas eleições para prefeito e vereadores do município.

Como foi adiantada com exclusividade pelo site Tudo é Política, Joel Cerqueira já está de malas prontas, não para sair do PT, somente, mas para ingressar na sua “nova casa” o Partido Social Democrata (PSD), partido dos irmãos Otto Alencar e Eduardo Alencar, respectivamente senador e ex-prefeito de Simões Filho.

No pacote da troca de siglas, ainda virá, nos próximos dias, uma nomeação para o gabinete da presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, por indicação do ex-prefeito Eduardo Alencar que será um dos vários candidatos a deputado estadual e que, provavelmente, será eleito com o discurso de ser o primeiro deputado representante de Simões Filho naquela casa.

A mudança poderá ser encarada como, apenas mais uma troca de partido, mas requer atenção por parte dos adversários, uma vez que o PSD é sigla representada na câmara municipal pelos vereadores: Everton Paim, Manoel Almeida – NECO e Dene da Metalúrgica, o quais, declararam apoio total ao atual prefeito Diógenes Tolentino – DINHA.

Neco e Everton Paim, já declararam em tribuna, não ter mais nenhum compromisso com o ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual, Eduardo Alencar, mesmo continuando no PSD.

Dene da Metalúrgica está no seu quarto mandato e como sempre existiram, rumores dão conta de que o mesmo não irá disputar mais um mandato. O que o espera de fato, é uma árdua batalha para se reeleger para seu quinto mandato.

É provável que pelo menos dois deles, Everton e Neco também troquem de casa. O vereador Everton Tem flertado com o partido Verde, mas não decidiu nada até o momento.

Já o vereador Neco, vê seu irmão Edson Almeida, em articulações fortíssimas no município, coordenando a pré-campanha do ex-prefeito Eduardo Alencar, para deputado estadual, o que poderá representar forte baixa no seu eleitorado. Dos três, talvez o vereador Neco seja  o que mais corre riscos na busca por uma reeleição.

Paralelo a tudo isso, a diretoria do Partido dos Trabalhadores (PT) continua cochilando, deixando o partido servir como mais uma sigla de aluguel, sem vereador de mandato e com pouca expressividade em seus quadros de possibilidades para apresentar aos eleitores em 2020, sem contar que, mesmo negando, toda a negociação de saída do ex-vereador Joel Cerqueira, antes conhecido como JOEL DO PT,  par ser, agora, o JOEL DO PSD,  aconteceu sem que houvesse a menor resistência do partido, para manter o ex-presidente da câmara de vereadores no quadro de opções, para aquelas que serão, talvez, as mais disputadas eleições municipais da história de Simões Filho.

Continuar Lendo

Cidades

CEZAR DIESEL VOLTA A SE MOVIMENTAR. SEU MAIOR DESAFIO? CONVENCER

Publicado

em

A desistência do prefeito de Salvador – ACM Neto, de deixar a prefeitura da capital baiana para concorrer ao posto de governador do estado da Bahia nas eleições de 2018, provocou mudanças drásticas nos diversos cenários políticos do Estado, ao mesmo tempo em que, criou oportunidades para que nomes que até então estavam esquecidos voltassem ou tentassem voltar às suas praças para, novamente, buscar colocar seus nomes em evidência, visando as eleições de 2020.

Em Simões Filho, um desses nomes é o empresário e ex-candidato Cezar Diesel, que concorreu pelo PRP, para prefeito de Simões Filho, obtendo pouco mais de cinco mil votos.

AS dificuldades enfrentadas por ex-candidatos, dizem respeito à credibilidade e a confiabilidade adquirida ao longo de campanhas passadas.

Há que se entender que todos que enfrentaram o atual prefeito, Diógenes Tolentino – DINHA, irão tentar impedir que o mesmo se reeleja, e sendo assim, as estratégias adotadas deverão levar em conta vários fatores.

No entanto, a credibilidade na palavra assumida com fornecedores, prestadores de serviços inerentes a pré-campanha e campanha política, e também, com compromissos assumidos como vários apoiadores, devem ser minunciosamente observados para que não se dissemine, via “rádio peão”, histórias de decepções que possam revelar problemas difíceis de serem contornados por aqueles que decidirem, novamente, ou pela primeira vez, apoiá-lo.

Cezar Diesel conquistou um grupo que caminhou com ele, e o mais lógico é que o mesmo, deverá tentar reconquistar os que decidiram se afastar.

Em sua primeira tentativa de se eleger prefeito do município, muitos apoiadores apostaram alto, mas hoje, esses mesmos apoiadores, transmitem, muito discretamente, sentimento de insegurança para assumir, novamente, qualquer compromisso o prefeiturável.

Está ai grande desafio para Cezar: provar que, de fato, tem um projeto para a cidade e em razão deste projeto, conquistar confiança e solidificar um grupo diverso, que consiga elaborar propostas convincentes para os eleitores.
Cezar Diesel precisa reverter, de uma vez por todas, a sensação de muitos, de que não estará buscando reaglutinar pessoas em seu redor apenas para provar para seu principal apoiado e apoiador – deputado federal Luiz Caetano – que tem o controle do grupo que em 2016, obteve mais de dez mil votos em Simões Filho.

Caso não consiga reverter esses sensação, melhor seria que o empresário Cezar Diesel desistisse de mais uma tentativa de se eleger prefeito da cidade, sob pena de sofrer mais uma e definitiva derrota.

Em tempo;

O deputado Luiz Caetano foi autor de emendas que destinaram ao setor de saúde de Simões Filho, quase um milhão de reais no seu primeiro mandato no Congresso Nacional.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Tudo é Política