Conecte conosco

BRASIL

Colégio divulga vídeo com crianças dizendo slogan de Bolsonaro

Escola particular divulgou em suas redes sociais um vídeo com alunos cantando o hino nacional e repetindo a frase “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”

Publicado

em

GAZETA DO POVO – Após polêmica causada pelo Ministério da Educação (MEC), que pediu a escolas públicas e particulares que lessem uma carta do ministro Ricardo Vélez Rodríguez, que terminava com o slogan do presidente Jair Bolsonaro, “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, uma escola particular no interior de São Paulo decidiu divulgar em suas redes sociais um vídeo em que mostra crianças cantando o hino nacional e finalizando o ato com a frase adotada durante a campanha eleitoral.

ASSISTA: Veja o vídeo publicado nas redes sociais (alterado para preservar a identidade das pessoas filmadas)

Leia também: Sem slogan de Bolsonaro: MEC volta atrás e revisa pedido enviado a escolas de todo país

“O Colégio Dom Gaspar tem orgulho em dizer que nunca deixamos de cantar com nossos alunos o Hino de nossa pátria todas as terças feira. Ensinamos a honrar nossa Bandeira e nossa Pátria desde pequenos com muito respeito e amor no coração”, escreveu a instituição em seu perfil no Facebook nesta terça-feira (26). No mesmo dia, o MEC já tinha reconhecido o erro de pedir a repetição do slogan da campanha eleitoral nas escolas.

Procurado pela Gazeta do Povo, o Colégio Dom Gaspar não respondeu à reportagem.

A veiculação do colégio causou reações de repúdio e elogios. “Desde já informo que a veiculação das imagens de meus dois filhos não está autorizada para slogan de campanha/ideologia de partido político. É necessário que eu protocole algo na secretaria da escola?”, escreveu um pai.

“Acho que essa escola não notou que até o próprio ministro voltou atrás do que fez. (…) o problema não é cantar o Hino que já é feito em varias escolas, o problema é tratar isso como algo obrigatório, filmar sem autorização e publicar usando o Slogan de um candidato/Presidente”, apontou outro internauta. “Não tem presidente nenhum que possa obrigar crianças a decorarem e falarem Slogan de campanha. Isso fere a constituição e o ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente]. Ou no Brasil tá virando uma ditadura que o presidente pode passar por cima de tudo?”, anotou um terceiro.

Em defesa do colégio, um usuário escreveu: “lembrando que o colégio Dom Gaspar é confecionalmente [sic] cristão. Há inclusive ensino bíblico e aulas de ética baseada nos princípios cristãos (portando um único Deus). Nas escolas públicas o ensino deve ser laico. Na rede particular, matricula quem concorda / se identifica com o sistema de ensino aplicado por ela”.

* Assista ao vídeo:

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BRASIL

“Nordeste cancela Bolsonaro” no topo do Twitter

Publicado

em

Depois de visitar os Estados Unidos duas vezes, Bolsonaro agendou uma visita ao Nordeste do Brasil pela primeira vez desde que tomou posse na presidência. Ele vai a Pernambuco na sexta-feira com agenda em Petrolina e Recife. Mas o movimento #NordesteCancelaBolsonaro já está no topo do Twitter.

Segundo o Ibope, o Nordeste é a região em que o presidente tem a pior avaliação, com 40% de ruim ou péssimo. Também foi a região em que seu adversário no segundo turno em 2018, Fernando Haddad (PT), venceu em todos os estados.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) comentou a ida do presidente ao Nordeste pelo Twitter:

Continuar Lendo

BRASIL

MICHELE BOLSONARO ENTRA NA MIRA DO MP

Publicado

em

MICHELE BOLSONARO ENTRA NA MIRA DO MP

247 – A versão de Jair Bolsonaro sobre os famosos cheques de Fabrício Queiroz depositados na conta da primeira-dama Michelle parece ser falsa,  suspeitam os promotores do Ministério Público Federal encarregados do caso do caixa do clã. Bolsonaro garante que os dez cheques que Fabrício Queiroz depositou na conta de Michelle seriam devolução de um suposto empréstimo de R$ 40 mil.

A informação sobre a suspeita do MP é do jornalista Guilherme Amado em sua coluna na Época. 

Segundo um investigador do caso, a quebra de sigilo bancário de Michelle não foi pedida pelo MP porque ampliaria demasiadamente o escopo dos alvos, composto de 95 pessoas.

“O foco neste momento é em três núcleos: o da loja de Flávio, o do gabinete e o familiar. Em um eventual desdobramento, a primeira-dama pode se tornar alvo”, explicou um investigador do caso.

Na avaliação dos investigadores, a quebra do sigilo de Flávio, de Queiroz e dos demais assessores e familiares irá esclarecer em definitivo se é falsa ou não a versão de Bolsonaro.

Continuar Lendo

BRASIL

Deputado bolsonarista paga jantar com dinheiro público em feriadão e ameaça jornalista; ouça

Publicado

em

O deputado federal Bibo Nunes, do Rio Grande do Sul, é do mesmo partido que o presidente Jair Bolsonaro, o PSL.

Há alguns dias ele discutiu e ameaçou, ao vivo, o radialista/jornalista  Elias Silveira, da Rádio Osório.

Motivo: questionou o  parlamentar ter pago com recursos públicos um jantar numa pizzaria de Xangri-lá, município no litoral Norte do RS, em pleno feriadão do Carnaval.

Ouça, acima, o áudio da Rádio Osório e diga quem tem razão: o jornalista/radialista Elias Silveira ou o deputado Bibo Nunes?

Arminha é pra isso também, deputado?

Revista Fórum

Continuar Lendo
BANNER

AS MAIS LIDAS DA SEMANA